A SANTA MISSA SOU EU - Vinde a Mim! Eu vos amo demais! Amém!

(Mensagem de Jesus a um confidente católico)

 

“Filhinhos, Paz!”

Que tenhais sempre muita paz!

Desejo vos pedir hoje, que volteis vossos corações às Santas Missas! Desejo vos exortar a que não falteis às Santas Missas!  Nelas Eu estou. Eu sou!

Sim, na verdade a Santa Missa sou Eu!

Em cada lugar do mundo, em todos os lugares, em cada momento, nas Santas Missas Eu estou!

Alerto-vos para este aspecto: a Santa Missa não é uma representação, uma liturgia pura e simples, uma transposição da historia, ou assembléia em oração!

A Santa Missa sou Eu!

Mas, quem se lembra disto? E quem sabe disto?

E se milhões de pessoas dizem acreditar em Deus; dizem confiar em Deus; dizem ter fé e se milhões de pessoas recorrem ao Céu a fim de pedir graças porque confiam em Mim, mas não participam das Santas Missas, se nelas Eu estou a derramar graças e bênçãos, que fé elas podem proclamar?

Deus desce do Céu e se faz presente no altar... E o mundo não o recebe!

Autoridades políticas, civis ou militares são recebidas com honras, com festas em suas visitas às cidades, comunidades, paises e enormes somas são gastas para a preparação da festa que homenageará este ou aquele importante personagem...

Em todos os lugares do mundo, pessoas de todas as raças se deslocam a lugares distantes, em romaria ou não, para visitar este ou aquele Santuário Sagrado em busca de graças ou remédio para seus sofrimentos... De fato, tais lugares existem determinados por Deus que permite a manifestação do Céu no meio de seus filhos... Estas manifestações são permitidas, determinadas e conduzidas por Deus e, sem Ele, nada poderá acontecer ou manifestar-se!

É Deus o Centro de tudo!

Portanto, os milagres, os remédios, as graças, tudo procede Dele!

E, nas Santas Missas, há a presença Real Dele!

É, pois, a Santa Missas, o verdadeiro caminho da graça e o verdadeiro caminho que leva ao Coração de Deus!

Eu sou a Santa Missa e em Mim, Deus é a Santa Missa!

Não deveis vos ater às atitudes de quem celebra, seja o Sacerdote, seus Ministros, Diáconos, Acólitos, Coroinhas, Leitores, Cantores, enfim, a nenhum dos Operários e sim vos ater em Mim!

E, em cada gesto da Santa Missa há um gesto do Amor de Deus!

Em cada movimento, em cada oração, há a manifestação e a presença do Céu!

E no Pão e no Vinho, a Minha presença! Venho a vós... A todos vós!

E muitos de vós não me reconheceis! Muitos de vós vos cansais pelo sermão demorado, pelas filas da Comunhão, pelos cantos mal executados e não prestais atenção no essencial! Deus vos quer abraçar e vos encher de graças!

Por que as Igrejas estão vazias, se todos os filhos de Deus precisam e imploram graças? Por que as Igrejas permanecem vazias, se nelas se encontra a Fonte de Graças? Quanta perda de tempo! Quantas corridas inúteis em busca de graças!

As graças estão ali, bem perto de todos vós!

Eu sou a Fonte de Graças! Eu estou nas Santas Missas!

Eu sou Jesus, o motivo da Santa Missa, a vítima do amor, que por amor anseia em vos abraçar; que vos aguarda de braços abertos, apenas para vos cumular de graças!

Vinde a Mim! Eu vos amo demais! Amém!

“Jesus!”