AS MENTIRAS DERROTADAS - Não dar lugar ao demônio

Através da história, o ser humano tem sofrido dor, revolta e angústia, resultantes da guerra, crueldade, crime, ódio, injustiça, traição, pobreza, doença e perda do ente querido.

Só no século XX, as guerras mataram mais de cem milhões de pessoas. Outras centenas de milhões sofreram ferimentos ou perderam seu lares e seus bens.

"Nos seus piores momentos, esse foi o século de Satanás. Em nenhuma época anterior as pessoas demonstraram tanta aptidão e vontade de matar milhões de outros por motivos de raça, religião ou classe social".

O 50º aniversário da libertação de vítimas inocentes dos campos de extermínio nazista foi o motivo do comentário acima num editorial no jornal The New York Times, de 26 de Janeiro de 1995.

O Holocausto - um dos genocídios mais amplamente conhecidos da História - eliminou mais de seis milhões de judeus. Quase três milhões de poloneses que não eram judeus pereceram no que é chamado de "Holocausto Esquecido".

O sargento Laurem Nash, da III Divisão do Eército americano, disse o seguinte no dia da libertação do campo de concentração de Buchenwald: "Parecia um abatedouro de animais, não fossem todos humanos ali dentro". (2).

O filósofo alemão Fridrich Nietzsche (1844-1900). Depois de haver proclamado a morte de Deus no século XIX, profetizou que o século XX seria um século de guerras.

"A guerra é uma das constantes da História", escreveram os renomados historiadores americanos Will e Ariel Durant, "e não tem diminuído, apesar da civilização e da democracia".
Algumas pessoas ficam tristes e revoltadas e acham que, se existe Deus, ele não se importa conosco. Ou até mesmo acham que Deus não existe. Mas é justamente isso que o diabo quer.

Ele está por detrás de toda monstruosidade, atrocidade, desgraças, misérias, violências e desesperança.

Escreve São Paulo Apóstolo: "Não deis lugar ao diabo" (Ef 4,27).
Ora, o homem dando espaço na sua vida ao diabo, torna-se uma máquina destruidora para si e para sociedade.

Disse Jesus: "O diabo foi homicida desde o princípio e não permaneceu na verdade" (Jo 8,44).
Aqui está todo fundamento da sua missão e sua pretensão é fazer de todos os seus discípulos via as três mentiras.

Estas são as mais poderosas ferramentas ideológicas do diabo para destruir a fé, o amor e a verdade divina nos corações das pessoas.
Inspirados pelo diabo, o relativismo, o racionalismo, o materialismo e o ateísmo ensinam que Deus é uma criação da imaginação humana e o diabo é uma criação mitológica da religião que serve para amedrontar e alienar as pessoas.

Todo esse esquema ideológico satânico não convence bilhões e bilhões de seres humanos, por quê?

Quem responde com categoria é o ilustre teólogo beneditino Dom Estêvão Bettencourt:
"O ser humano foi feito para a verdade. Traz em si a sede natural da verdade. Ora a natureza, sábia como é, não pode frustrar o homem. Não raro a pessoa humana pode errar, mas reconhecendo seus erros, vai-se aproximando da verdade, que lhe é dado atingir nos pontos essenciais - orientação de sua vida" (3).

Realmente, o homem tem dentro de si uma sede, que só o faz feliz e realizado, quando esta está conectada em Deus seu Criador.
Oh! Como é maravilhoso sentir, amar e viver no coração do bom Deus.


CONCLUSÃO

Não podemos e não devemos temer o sistema ideológico do império do diabo.

O príncipe das trevas (Jo 12,31; Cl 1,13) não vence jamais os filhos da luz (Ef 5,8 e 13; Tg 1,17.18).

Os demônios estremecem diante de Deus (Tg 2,19).
E o bispo e Doutor da Igreja Santo Ambrósio de Milão dizia: "Quem se entrega a Deus não teme ao demônio".

Com Cristo e seu poder podemos resistir e vencer as insídias do diabo.
Pois o nosso combate não é contra o sangue nem contra a carne, mas contra os Principados, contra as Autoridades, contra os Dominadores deste mundo de trevas, contra os Espíritos do Mal, que povoam as regiões celestiais. Por isso devemos vestir a armadura de Deus, para podermos resistir no dia mau e sairmos firmes de todo o combate (Ef 6,10-17).

A armadura de Deus é: a oração, o jejum, retiros espirituais, estudo da Palavra de Deus, estudo do Catecismo, estudos teológicos e a prática freqüente a Santíssima Eucaristia.

Para reforçar mais a nossa armadura, à poderosa oração do Patriarca São Bento:

A Cruz Sagrada seja a minha luz!:
Não seja o dragão o meu guia,
Retira-te Satanás,
Nunca me aconselhes coisas vãs,
É mal que tu ofereces
Bebe tu mesmo o teu veneno
Amém.


Fonte:Pe. Inácio Jose do Vale
Pároco da Paróquia São Paulo Apóstolo
Professor de História da Igreja
Faculdade de Teologia de Volta Redonda