AS MIL E UMA MÁSCARAS DE SATANÁS - E sua ação nestes finais dos tempos

 

Nestes finais de tempos, Satanás está usando as mais diferentes máscaras para nos enganar. Ele tem uma máscara especialmente adaptada para casa pessoa, para cada gosto. Ele vem se apresentando de maneira muito sutil, para que as pessoas recebam seus ensinamentos e vivam as suas práticas, se desviando do caminho de Jesus e se deixando levar por atalhos. Jesus, porém, no reafirma de maneira concreta: "Eu sou o caminho, a verdade e a vida; ninguém vem ao pai senão por mim" (cf. Jô 14,6).


Portanto, não existe outro caminho. "O caminho sou Eu. A verdade sou Eu. A vida sou Eu" - diz Jesus - "ninguém vai ao Pai senão por mim" Mas Satanás é mestre em atalhos bonitos e espaçosos. Por isso ele facilita os caminhos e assim facilmente nos desviamos por esses atalhos.


Um dos atalhos que vem se propagando e iludindo a muitos cristãos são as chamadas "filosofias orientais".


O que existe em comum entre essas várias filosofias orientais é o fato de não conhecerem o Deus vivo e verdadeiro e por isso não terem Jesus como seu Senhor e Salvador.

Não resta dúvida, como afirma o Concílio Vaticano II, que nessas filosofias e práticas orientais existem "sementes do Verbo". Pessoas bem intencionadas procuram a Deus da maneira que podiam. Por isso o Espírito Santo, diante dessa boa vontade e dessa busca, foi derramando "sementes do Verbo" nessas culturas. Mas não podemos desconhecer que elas não chegaram ao conhecimento da verdade que nos foi revelada. Elas precisam conhecer Jesus Cristo e o seu Evangelho. Precisam ser resgatadas pela única redenção que vem da cruz e da ressurreição de Jesus, o Filho de Deus.

Infelizmente, há cristãos que estão deixando a verdade que é Jesus, o caminho que é Jesus, a vida que é Jesus, para buscar "migalhas da verdade" que se encontram espalhadas nas doutrinas e filosofias pagãs que vieram do Oriente. Mas é justamente ao contrário que é preciso acontecer. É a Igreja que precisa resgatar os nossos irmãos que ainda estão nessas religiões orientais.


As migalhas da verdade que existem no meio deles, Deus as permitiu para que, seguindo por elas, eles encontrassem Jesus. Não foi para que saíssemos da verdade em busca dessas migalhas e ficássemos por lá.


A ioga é uma dessas práticas que muitos cristãos acham que não tem nada de mau. \"pelo contrário\", dizem eles, "traz muita paz, muita harmonia, ajuda a pessoa a se concentrar se conhecer... Enfim é uma coisa boa".


Aparentemente sim. Tudo isso é real. Mas não podemos deixar de denunciar que essa é umas das práticas que o inimigo está usando hoje em larga escala para atrair a muitos e principalmente para retirar cristãos do caminho da verdade e da vida, que é Jesus.

É importante destacar aqui aquilo que Pedro afirmou com ousadia diante dos chefes do povo judeu:


"Esse Jesus, pedra angular que foi desprezada por vós, edificadores, tornou-se a pedra angular. Em nenhum outro há salvação, porque debaixo do céu nenhum outro nome foi dado aos homens, pelo qual devamos ser salvos" (Atos 4, 11-12).


Veja, isso é bíblico. É verdade de fé: "Em nenhum outro há salvação".

Por quê? Isso não é intolerância? Isso não é discriminação? Não. Não é intolerância, nem discriminação. Isso é coerência com a verdade revelada. A Salvação não vem dos homens. A salvação vem de Deus. Homem de boa vontade procuramos um caminho para chegar a Deus. Mas, quando o Filho de Deus desceu do Céu e nos trouxe a verdade, esses caminhos perderam a razão de ser: Aquele que veio do Céu nos trouxe a verdade e nos trouxe o único caminho.


A ioga não é apenas um exercício de relaxamento muscular. Inicia-se com relaxamento, mas é só o começo. Primeiramente a ioga é toda baseada numa filosofia pagã. Segundo, todos os exercícios levam a pessoas, pouco a pouco, à pratica de uma filosofia reencarnacionista.


Muitas pessoas dizem que absorvem apenas o que é bom dessas filosofias. Mas você conseguiria retirar de um prato apetitoso apenas o que não está envenenado? Claro que não. O que está acontecendo é justamente isso. O veneno dessas doutrinas é introduzido pouco a pouco e por isso envenena, sem que a pessoa perceba. Quantos cristãos, depois que entraram no chamado relaxamento muscular, fizeram da filosofia hindu a sua prática e se esfriaram na prática de fé cristã, na participação do santo sacrifíico da Missa e dos sacramentos!


Umas das práticas da ioga é o uso de "mantras". A pessoa repete certas sílabas, por ela totalmente desconhecidas, mas que na verdade, são a maneira de, na cultura hindu, entrarem em contato com os "espíritos".


A pergunta é: que espíritos são esses? É claro que não são os espíritos de Deus. Mais uma vez, aqui também, sem saber, as pessoas estão entrando em contato com espíritos malignos. Em vez de invocar o nome de Jesus, invocam espíritos malignos. Os espíritos malignos estão nos rodeando, constantemente, procurando a quem devorar. Sem chamá-los, eles já nos atormentam. Agora imagine o que acontece quando as pessoas os invocam!


Esse veneno é muito sutil. Sem perceber, pensando que estão na maior paz, na melhor solução dos próprios problemas, na realidade essas pessoas estão ficando a quilômetros de distância de Jesus.


Entendeu a grande jogada de Satanás? Se não consegue levar a pessoa por meio do espiritismo, lança mão de uma filosofia oriental.


O Senhor não admite a pessoa que está com um pé aqui e outro lá. Não dá para ser seguidor de Jesus e adepto das filosofias orientais, da Seicho-no-iê, da ioga.. não dá!


O Senhor corrige a quem ama. Se você estava na ignorância, agora que ficou sabendo da verdade, abandone as vãs filosofias e seja unicamente de Jesus. Rompa com tudo. Mesmo que a ioga e a Seicho-no-iê tenham feito bem a você, deixe os atalhos e fique no caminho, na verdade, que é Jesus.
Serás inteiramente do Senhor, teu Deus, e, mesmo que seja um pequeno número que reste, com esses poucos o Senhor fará maravilhas.


O Senhor nos quer inteiramente para Ele. Só assim Ele poderá operar milagres, prodígios, sinais, e muitos outros serão alcançados.


Padre Jonas Abib.