ASSIM ENSINA O SENHORA DOS EXÉRCITOS - Conforme a Sagrada Escritura

“Porventura não odiei eu, Senhor, os que Te odiavam?
E não me consumia por causa de Teus inimigos?
Com ódio perfeito eu os odiei; e eles tornaram-se meus inimigos”
(Salmo 138, 21-22).


“A minha boca publicará a verdade, e os meus lábios detestarão o ímpio”
(Provérbios 8, 7).

“Aqueles que dizem ao ímpio: Tu és justo,
Serão amaldiçoados pelos povos, e detestados pelas nações.
Aqueles que o repreendem serão louvados,
E virá sobre eles a benção”
(Provérbios 24, 24-25).

“Aqueles que abandonam a Lei louvam o ímpio;
Os que a guardam irritam-se contra ele”
(Provérbios 28, 4).

“Porventura andarão dois juntos, se não estiverem de acordo?"
(Amós 3, 3).

“Os justos abominam o homem ímpio,
E os ímpios abominam aqueles que estão no caminho reto”
(Provérbios 29, 27).

“Quando o lobo tiver amizade com o cordeiro,
Então a terá o pecador com o justo”
(Eclesiástico 13, 21).

"Quem não está comigo está contra mim; e quem não ajunta comigo, espalha."
(Mateus 12, 30)

"Não julgueis que vim trazer a paz, mas a espada. Porque vim separar o filho de seu pai (...) E os inimigos do homem serão os seus próprios domésticos.”
(Mateus 10, 34-36).

"Julgais que vim trazer a paz à terra? Não, vos digo eu, mas a divisão; porque de hoje em diante, haverá numa casa cinco pessoas, divididas três contra duas, e duas contra três. O pai contra o filho, e o filho contra o pai; a mãe contra a filha, e a filha contra a mãe; a sogra contra a nora, e a nora contra a sogra"
(Lucas 12, 51-53).

“Se alguém não vos receber, nem ouvir as vossas palavras, ao sairdes para fora daquela casa ou cidade, sacudi o pó dos vossos pés. Em verdade vos digo: será menos punida no dia do Juízo a terra de Sodoma e de Gomorra, do que aquela cidade”.
(Mateus 10, 14-15).

“Ai de ti, Corozain, ai de ti, Betsaida! Porque se em Tiro ou Sidonia tivessem sido feitos os milagres que se realizaram em vós, há muito tempo elas teriam feito penitência em cilício e em cinza. Por isso vos digo que haverá menos rigor para Tiro e Sidonia no dia do Juízo, que para vós. E tu, Cafarnaum, elevar-te-ás, porventura, até ao céu? Hás de ser abatida ao inferno, porque se em Sodoma se tivessem feito os milagres que se fizeram em ti, talvez ela existisse até hoje. Por isso te digo que no dia do Juízo haverá menos rigor para a terra de Sodoma, que para ti”.
(Mateus 11, 21-23).

Vós sois filhos do demônio, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai; ele foi homicida desde o princípio, e não permaneceu na verdade. Porque a verdade não está nele; quando ele diz a mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso e pai da mentira”.
(João 8, 44).

"Serpentes! Raça de víboras! Como haveis de escapara do julgamento da geena? Por isso vos envio profetas, sábios e escribas"
(Mt 23,34).

"Assim como houve entre o povo falsos profetas, assim também haverá entre vós falsos doutores que introduzirão disfarçadamente seitas perniciosas. Eles, renegando assim o Senhor que os resgatou, atrairão sobre si uma ruína repentina"
(Segunda Carta de São Pedro 2, 1).

"Sei que depois da minha partida se introduzirão entre vós lobos cruéis, que não pouparão o rebanho. Mesmo dentre vós surgirão homens que hão de proferir doutrinas perversas, com o intento de arrebatarem após si os discípulos”.
(Atos dos Apóstolos, XX, 29-30).

Raça de víboras, quem vos ensinou a fugir da cólera de Deus?”
(Mateus 3, 7).

"Eu aos que amo, repreendo e castigo"
(Apoc.III, 19; Prov III, 11; Heb XII,5).

"E sendo já meio dia, Elias escarnecia-os, dizendo: Gritai mais alto, porque ele é um deus (Baal) e talvez esteja falando, ou em alguma estalagem, ou em viagem, ou dorme, e necessita que o acordem"
(III Reis 18, 27).

"Colocarei inimizades entre ti e a mulher, entre a tua raça e a dela, e Ele mesma te esmagará a cabeça"
(Genesis 3, 15).

“Ai de vós, escribas e fariseus hipócritas! Vós fechais aos homens o Reino dos céus. Vós mesmos não entrais e nem deixais que entrem os que querem entrar. Ai de vós, escribas e fariseus hipócritas! Devorais as casas das viúvas, fingindo fazer longas orações. Por isso, sereis castigados com muito maior rigor. Ai de vós, escribas e fariseus hipócritas! Percorreis mares e terras para fazer um prosélito e, quando o conseguis, fazeis dele um filho do inferno duas vezes pior que vós mesmos. (...)Insensatos, cegos! (...) Ai de vós, escribas e fariseus hipócritas! Pagais o dízimo da hortelã, do endro e do cominho e desprezais os preceitos mais importantes da lei: a justiça, a misericórdia, e a fé. Eis o que era preciso praticar em primeiro lugar, sem contudo deixar o restante. Guias cegos! Filtrais um mosquito e engolis um camelo. Ai de vós, escribas e fariseus hipócritas! Limpais por fora o copo e o prato e por dentro estais cheios de roubo e de intemperança. Fariseu cego! Limpa primeiro o interior do copo e do prato, para que também o que está fora fique limpo. Ai de vós, escribas e fariseus hipócritas! Sois semelhantes aos sepulcros caiados: por fora parecem formosos, mas por dentro estão cheios de ossos, de cadáveres e de toda espécie de podridão. Assim também vós: por fora pareceis justos aos olhos dos homens, mas por dentro estais cheios de hipocrisia e de iniqüidade. Ai de vós, escribas e fariseus hipócritas! Edificais sepulcros aos profetas, adornais os monumentos dos justos e dizeis: Se tivéssemos vivido no tempo de nossos pais, não teríamos manchado nossas mãos como eles no sangue dos profetas... Testemunhais assim contra vós mesmos que sois de fato os filhos dos assassinos dos profetas. Acabai, pois, de encher a medida de vossos pais! Serpentes! Raça de víboras! Como escapareis ao castigo do inferno? Vede, eu vos envio profetas, sábios, doutores. Matareis e crucificareis uns e açoitareis outros nas vossas sinagogas. Persegui-los-eis de cidade em cidade, para que caia sobre vós todos o sangue inocente derramado sobre a terra, desde o sangue de Abel, o justo, até o sangue de Zacarias, filho de Baraquias, a quem matastes entre o templo e o altar. Em verdade vos digo: todos esses crimes pesam sobre esta raça. Jerusalém, Jerusalém, que matas os profetas e apedrejas aqueles que te são enviados! Quantas vezes eu quis reunir teus filhos, como a galinha reúne seus pintinhos debaixo de suas asas... e tu não quiseste! Pois bem, a vossa casa vos é deixada deserta...”
(Mateus 23, 13- 36).

“Com efeito, há muitos insubmissos, charlatães e sedutores, principalmente entre os da circuncisão. É necessário tapar-lhes a boca, porque transtornam famílias inteiras, ensinando o que não convém, e isso por vil espírito de lucro. Um dentre eles, o profeta deles disse: Os cretenses são sempre mentirosos, feras selvagens, glutões preguiçosos. Esta asserção reflete a verdade. Portanto, repreende-os severamente, para que se mantenham sãos na fé, e não dêem ouvidos a fábulas judaicas nem a preceitos de homens avessos à verdade. Para os puros todas as coisas são puras. Para os corruptos e descrentes nada é puro: até a sua mente e consciência são corrompidas. Proclamam que conhecem a Deus, mas na prática O renegam, detestáveis que são, rebeldes e incapazes de qualquer boa obra.”
(Epístola a Tito 1, 10- 16).

“Ninguém vos seduza de modo algum, porque não virá o Dia do Senhor, a não ser que venha primeiro a apostasia
(II Tessalonicenses 2, 3).

“São nuvens sem água que os ventos levam; árvores de fim de outono, sem fruto, duas vezes mortas, desarraigadas; ondas furiosas do mar, que arrojam as espumas da sua torpeza; estrelas errantes, para as quais está reservada a escuridão das trevas, por toda a eternidade!”
(Judas 1, 12-13).

“Guardai-vos desses cães, guardai-vos desses falsos operários, guardai-vos desses mutilados!”
(Filipenses 3, 2).