O DEPÓSITO DA FÉ - É preciso ainda crescer muito na fé

Durante nosso desenvolvimento humano buscamos crescer em sabedoria, conhecimentos científicos... mas, por que, invariavelmente, estagnamos nosso conhecimento sobre fé? Alheios e menosprezando o aprofundamento de tal ensinamento, nos acomodamos com o que aprendemos sobre Deus quando ainda criancinhas através de nossos pais. Rezamos apenas as poucas orações de fórmula fixa e guardamos somente aquelas respostas transmitidas a nós quando questionávamos com um ingênuo coração acerca das coisas do Papai do Céu.

Eis que crescemos, adquirimos uma nova idade mental e, sendo possuidores de maior maturidade, nos deparamos com uma nova visão sobre os mesmos questionamentos de outrora os quais, agora, exigem uma resposta bem mais consistente. Este novo modo de encarar questões de fé não aceitam mais aquelas respostas singelas dadas de forma catequética a crianças, porém, por não ter buscado um maior aprofundamento, nem buscado fazer um desdobramento de tais doutrinas somos obrigados a permanecer sem tais respostas.

Convém que se ressalte que não bastam dez minutos de sermão na Missa dominical para crescer potencialmente na fé. Um engajamento efetivo em uma pastoral ou em comunidade vai permitir oportunidades mais concretas para tal aprofundamento.

Buscar conhecer o "Depósito da Fé" contido nos documentos da Igreja, frutos de dois mil anos de caminhada com o auxílio do Espírito Santo nos revelarão as respostas bastantes em matéria de fé e moral, as quais estarão por nos apresentar um horizonte a ser seguido em busca da salvação.

Para aqueles que relutam em dispor de tal iniciativa espera-se ao menos o discernimento oportuno de não se deixar levar por erros de alguns membros da Igreja, pois tais erros são de responsabilidade individual de quem os comete enquanto a Igreja permanece firme assumindo sua missão de manter imutável a mesma fé proferida por Jesus Cristo, seu fundador.

Claudiomar Filho