PENSAMENTOS DO PADRE PIO - Julho a Dezembro

PENSAMENTOS DO PADRE PIO - Julho a Dezembro

Julho

 

1. Ame Nossa Senhora. Recite o Rosário. Possa a Mãe Santificada de Deus reinar soberanamente sobre o seu coração.

2. Me Deus me dê e que preserve em mim aquela fé ardente que me faz acreditar e trabalhar só para Vosso amor. Este é o primeiro presente que eu Vos apresento, e prostrado a Vossos pés, junto com os santos Magos, declaro, sem respeito humano para o mundo inteiro, que Vós sois nosso verdadeiro e único Deus.

3. Eu louvo a Deus com todo o meu coração que me fez conhecer almas verdadeiramente boas. Eu também contei estas almas que eles são o vinhedo de Deus. A água que brota é fé; a torre é esperança; o lagar é a caridade santa e a cerca viva é a lei de Deus que os separa das crianças do mundo.

4. Uma fé viva, convicção cega e aderência completa para as autoridades constituídas por Deus sobre ti; esta é a luz que iluminou os passos das pessoas de Deus no deserto e esta é a luz que sempre brilha na gorjeta dessas almas que são aceitáveis ao Pai. Esta é a luz que levou os Magos a adorar o Messias recém-nascido.

5. A crença mais bonita é o que irrompe adiante de seus lábios na escuridão, em sacrifício, em dor, no supremo esforço de uma inflexível vontade para o bem; isto é o que dispersa, como um raio de luz, a escuridão de sua alma, é o que o conduz a Deus na fúria da tempestade.

6. Faça um esforço particular para praticar doçura e submissão à vontade de Deus, não só em assuntos extraordinários, mas até mesmo nas pequenas coisas que acontecem diariamente. Não faça apenas estes atos pela manhã, mas também durante o dia e à noite, com um espírito tranquilo e jovial. E se você falhar, humilha-te, faça uma resolução nova, se levante e continue em seu propósito.

7. O inimigo é muito forte e todas as coisas consideradas, parece que a vitória tem que lhe sorrir. Ai! Quem me salva das mãos de tão forte e poderoso inimigo que não me permite um dia de liberdade, de um momento ou noite? É possível que Deus permitirá minha queda? Infelizmente é isto o que eu merecia, mas pode ser que a bondade do Pai divino seja excedida por minha maldade? Isto nunca poderá ser, nunca será, meu querido Pai.

8. Eu preferiria ser apunhalado com uma lâmina de aço, em lugar de fazer alguém sofrer.

9. Por todos os meios busque solidão, mas não falte com a caridade com seu vizinho.

10. Até mesmo quando repreendida a pessoa deve ser cortês e suave.

11. Faltar à caridade é ferir a pupila do olho de Deus. O que é mais delicado que a pupila do olho? Faltar à caridade é como pecar contra natureza.

12. Caridade, de onde quer que venha, é sempre a filha da mesma mãe, isto é, a Providência.

13. Lembre-se de Jesus, "manso e humilde de coração." "Se irritar e não pecar" é dos santos. Eu nunca lamentei o ser gentil, mas eu tive escrúpulos de consciência e tive que confessar quando eu era um pouco severo. Mas quando eu digo bondade não quero dizer permissividade. Isso não! Eu me refiro à bondade que faz disciplina agradável que nunca deve ser negligenciada.

14. Onde não há nenhuma obediência, não há nenhuma virtude, onde não há nenhuma virtude não há nenhuma bondade, nenhum amor, e onde não há nenhum amor, Deus não está lá e sem Deus não vamos para o Paraíso. Estes formam uma escada e se faltar um degrau na escada, cairemos.

15. Eu te peço, pela mansidão de Jesus, e pelas entranhas de clemência do Pai divino, nunca afrouxar no caminho da virtude. Continue correndo e nunca decida parar, saiba você que ficar parado neste caminho é equivalente a retroceder passos.

16. Ver sofrer me faz muito infeliz! Eu me apunhalaria alegremente no coração para tirar o sofrimento de alguém! Sim, isto seria mais fácil para mim!
17. Eu estava extremamente afligido ao ouvir que estava doente, mas fiquei muito contente de ouvir que estava recuperando e até mais contente por ver verdadeira devoção e caridade cristã florescer uma vez mais em seu meio, que demonstrou durante sua enfermidade.

18. Eu não posso tolerar críticas e maldizer para com o nosso próximo. É verdade, às vezes eu desfruto arreliando-os, mas falando mal deles, me faz doente. Nós temos tantos defeitos em nós mesmos para criticar, por que atormentar nosso próximo? E faltando em caridade nós danificamos as raízes da árvore da vida, com o risco de as matar.

19. Caridade é a rainha das virtudes. Tal como as pérolas são unidas por um fio, assim são as virtudes seguras por caridade. E da mesma maneira que as pérolas caem se o fio quebra, assim também as virtudes se perdem se faltar a caridade.
20. Caridade é a medida com que Deus nos julgará em tudo.

21. Se lembre que a base de perfeição é caridade; e quem vive por caridade, vive em Deus, porque Deus é caridade, como disse o Apóstolo.

22. Eu abençôo o bom Deus pelos sentimentos santos que Sua graça te dá. Você faz bem nunca começar qualquer tarefa sem primeiro ter implorado ajuda divina. Isto obterá para você a graça da santa perseverança.

23. Eu estou sofrendo e sofrendo muito, mas graças a nosso bom Jesus eu continuo a sentir ainda um pouco de força, e quando ajudados por Jesus o que a criatura não é capaz de fazer?

24. Lute como uma alma forte se você desejar obter a recompensa das almas fortes.

25. Não recuse de maneira nenhuma ou por qualquer razão para agir caridosamente a tudo sem exceção. Saia de seu modo para fazer isto quando você tiver a oportunidade. Deus deseja isso e você tem que fazer um esforço para o fazer.

26. Você sempre tem que ter prudência e amor. Prudência tem os olhos, o amor as pernas. Amor são as pernas que gostariam de correr para Deus, mas seu impulso apressado para Ele é cego e às vezes poderia tropeçar se não fosse guiado pela prudência que tem os olhos. Quando a prudência vê que aquele amor deveria ser contido, empresta-lhe seus olhos.

27. Simplicidade é uma virtude, mas até certo ponto, nunca deve estar sem prudência; por outro lado a esperteza e a astúcia são diabólicas e fazem muito dano.

28. Vanglória é uma inimiga que assalta esses que se consagraram ao Deus e abraçaram a vida espiritual. Consequentemente pode ser justamente chamada a traça que consome as almas que cuidam da perfeição. Os santos se referem a isto como a carcoma da santidade.

29. Não deixe sua alma se perturbar ao espetáculo triste da injustiça humana; até isto tem seu valor na economia de eventos. Não pare na sua procura pela verdade e na aquisição do mais Alto. Seja dócil às inspirações da graça.

30. Para nos atrair, Deus dá-nos muitas graças e nós imaginamos que quase estamos no Céu. Porém, nós não sabemos que para crescer nós precisamos de pão duro: cruzes, humilhações, provas e contradições.

31. Corações fortes e generosos não se afligem com exceção de fortes motivos e mesmo até não permitem que tais motivos penetrem muito profundamente dentro deles.

 

 

Agosto

 

1. Deus permite-nos descobrir quem nós somos pouco a pouco. Na realidade, é inconcebível para mim como para qualquer um com inteligência e com uma consciência possa ficar orgulhoso.
 
2. Além disso, eu lhe digo que ame sua abjeção e amar sua abjeção consiste precisamente nisto: Se você é humilde, tranquilo, doce e confiante em tempos de escuridão e impotência; quer dizer, se você não fica inquieto, transtornado e ansioso por causa de tudo isso, mas você abraça estas cruzes alegremente (eu não digo alegremente, mas eu digo francamente e constantemente) e permanece nesta escuridão, então você amará sua abjeção. Porque o que significa abjeção se não ser humilde e impotente?
 
3. Peçamos também ao nosso bom Jesus a humildade, a confiança e fé de nossa querida santa Clara de Assis; rezemos fervorosamente a Jesus como ela. Deixemo-nos abandonar a Ele; separando nós mesmos deste mundo mentiroso onde tudo é loucura e vaidade; tudo passa, só Deus permanece à alma, se soubermos amá-LO bem.
 
4. Não obstante, há algumas diferenças entre a virtude de humildade e da abjeção, porque humildade é o reconhecimento da abjeção da pessoa. Mas o grau mais alto de humildade é, não só reconhecer a abjeção da pessoa, mas amar isto. Isto é o que eu o exortei a fazer.
 
5. Nunca se deite sem primeiro ter examinado sua consciência, no modo como você passou o dia e sem primeiro colocar seus pensamentos para Deus. Então ofereça e consagre sua pessoa inteira e de todo Cristão, especialmente meu ego miserável, para Deus da mesma maneira que eu faço para você.
 
6. Você tem que insistir principalmente em base de justiça cristã e a fundação de bondade; isso está na virtude da qual o Jesus se oferece explicitamente como um modelo: humildade, interior e humildade exterior, mas mais interior que exterior, mais sentido que mostrado, mais profundo que visível.
 
7. Eu estou seguro você deseja saber o que é melhor a abjeção, e eu lhe digo é que nós não nos escolhemos, ou o que é menos bem-vindo a nós. Ou, para explicar melhor, para com aqueles que nós não sentimos nenhuma inclinação.
 
8. Eu não sou como Deus me fez, contudo eu sinto que teria que fazer um maior esforço para fazer um ato de orgulho que um ato de humildade. Porque humildade é verdade, e a verdade é que eu não sou nada, e todo o bem que está em mim é de Deus. E nós frequentemente deterioramos até mesmo o bem que Deus pôs em nós. Quando as pessoas me pedirem algo, eu não penso no que eu posso dar mas no que eu não sei dar, e das muitas almas que permanecem sedentas porque eu não lhes soube dar o presente de Deus.
Pensar que a todo momento Jesus se enxerta em nós, nos penetra completamente, nos dá tudo, então um ramo ou uma flor de humildade deveriam brotar em nós. Por outro lado, o diabo que não pode se enxertar em nós tão profundamente quanto Jesus, imediatamente faz brotos de orgulho germinar em nós. Isto não é uma honra para nós. Temos então que lutar e combater para subir. Não chegaremos ao ápice sem um encontro com Deus. Para O encontrarmos, temos que ascender e Ele tem que descer. Mas quando não somos mais capazes, então no descanso sejamos humildes, e é nesta humildade que nós conheceremos Deus, porque Ele desce nos corações dos humildes.
 
9. A verdadeira humildade do coração é a sentida e viva em lugar da mostrada. Nós sempre temos que nos humilhar diante de Deus, mas não com aquela falsa humildade que traz desânimo, abatimento e geradora de desespero.
Nós temos que ter um baixo conceito de nós mesmos. Temos que acreditar que nós somos inferiores a todo o mundo. Não devemos pôr nossos interesses antes dos interesses dos outros.
 
10. Nenhum de nós merece qualquer coisa neste mundo; é Deus que é benevolente para conosco e é a Sua clemência infinita que nos dá tudo porque Ele tudo perdoa.
 
11. Se tivermos de ser pacientes e aguentar as faltas de outros, ainda mais nos devemos tolerar. Em suas transgressões diárias se humilhe, humilhe-se a si mesmo, sempre se humilhe. Quando o Jesus vê que você se prostrou com humildade, Ele estenderá Sua mão e o atrairá a Si.
 
12. Você construiu mal. Destrua tudo e reconstrua bem.
 
13. O que é felicidade se não a posse de todo bem que faz o homem completamente feliz? Mas podemos achar alguém que está completamente contente nesta terra? Certamente não. O homem teria estado contente se ele tivesse permanecido fiel a Deus. Mas dada aquele homem está cheio de crime, quer dizer, peque, ele nunca pode estar totalmente contente. Então, só no Céu a felicidade pode ser achada. Lá, não há nenhum perigo de perder a Deus, nenhum sofrimento, nenhuma morte, mas vida eterna com Jesus Cristo.
 
14. "Padre, você é tão bom!" "Eu não sou bom, só Jesus é bom. Eu não sei como este hábito de São Francisco que eu uso não corre para longe de mim! O pior delinquente da terra é dourado comparado a mim."
 
15. Humildade e caridade vão juntas. Uma glorifica e a outra santifica. Humildade e pureza são asas que nos elevam a Deus e nos fazem quase divinos.
 
16. Sempre seja afetuosamente humilde diante de Deus e dos homens, porque Deus fala com esses cujos corações são verdadeiramente humildes e os enriquecem com Seus presentes.
 
17. Voltemos primeiro nossos olhos para o alto e só depois para nós mesmos. A distância infinita entre o azul-celeste e o abismo gera humildade.
 
18. Se nossa firmeza dependesse de nossos pés, indubitavelmente nós entraríamos nas mãos do inimigo de nossa salvação à brisa mais leve. Confiemos sempre na clemência divina e assim nós experimentaremos cada vez mais, como é bom o nosso Deus.
 
19. Você deveria se humilhar diante de Deus em vez de ficar abatido, se Ele desejar reservar para você os sofrimentos de Seu Filho, e você sentir sua fraqueza; você tem que rezar a Ele com resignação e esperança quando cair por fraqueza e Lhe agradecer para os muitos benefícios com que Ele o enriquece.
 
20. O que posso eu fazer? Tudo vem de Deus. Eu só possuo uma coisa, miséria infinita.
 
21. Se Deus levasse embora tudo aquilo que Ele nos deu, nós estaríamos em trapos.
 
22. "Quanta malícia há em mim!"
"Mantenha aquela convicção, se humilhe mas não se aflija."
 
23. Tenha cuidado para nunca ser desencorajado quando você é rodeado por fraquezas espirituais. Se Deus se permite desabar um pouco de fraquezas, não é para o abandonar, mas apenas para o estabelecer em humildade e o fazer mais cuidadoso no futuro.
 
24. O mundo não nos estima porque nós somos as crianças de Deus; nos consolemos que pelo menos de vez em quando reconhece a verdade e não mente.
 
25. Ame e pratique a simplicidade e a humildade e não se preocupe sobre a opinião do mundo, porque se este mundo não tivesse nada que dizer contra nós, não seríamos reais criados de Deus.
 
26. Amor-próprio, filha do orgulho e da arrogância, é mais maliciosa que a própria mãe.
 
27. Humildade é verdade, verdade é humildade.
 
28. Deus enriquece a alma que se despe de tudo.
 
29. Ser submisso não significa ser um escravo, mas ser livre para conselho santo.
 
30. Quando nós fazemos a vontade dos outros, nós temos que perceber que estamos fazendo a vontade de Deus que é manifestada para nós na vontade de nossos superiores e vizinhos.
 
31. Fique sempre perto da Igreja Católica, porque só Ela lhe pode dar verdadeira paz, porque somente Ela possui a Jesus no Santíssimo Sacramento que é o verdadeiro Príncipe de Paz. 

 

 

Setembro

 

1. Nós temos que amar, amar, amar e nada mais.
 
2. Nós temos que implorar continuamente duas coisas a nosso terno Deus: que Ele aumente dentro de nós o amor e o temor, o amor para nos fazer voar nos caminhos de Deus, o medo nos fará cuidadosos onde fixamos o pé; o amor nos fará ver as coisas do mundo para o que elas são, o medo nos levará a precavermos da negligência. Então quando amor e medo tiverem beijado, não está mais em nosso poder dar nosso afeto às coisas deste mundo.
 
3. Só o amor nos pode fazer invencíveis e a linguagem do amor é a persuasão da confiança. Como o amor é bonito quando recebido como um presente e quão feio é se depois buscou ou exigiu.
 
4. Você que é responsável por almas, tente com carinho, com muito amor, com todo seu amor; e se isso for inútil... castigue porque Jesus que é nosso modelo, nos ensinou isto, enquanto criando Paraíso mas também Inferno.
 
5. Se Deus não lhe oferecer doçura, então você deverá ainda estar contente, enquanto come seu pão pacientemente, até mesmo se estiver seco, enquanto deve fazer seu dever sem qualquer recompensa presente. Com isso o nosso amor por Deus é desinteressado, e cada um ama e serve a Deus da maneira que cada um se entrega, um comportamento que pertence a almas perfeitas.
 
6. Quanta mais amargura você tem, mais amor receberá.
 
7. Um único ato de amor a Deus, feito durante um período de aridez vale mais do que cem feitos com afeto e consolação.
 
8. Este meu coração Vos pertence... meu Jesus, assim aceitai este coração, enchei de Vosso amor e então ordenai que eu faça tudo o que Vós desejais.
 
9. Deus nos ama, e isso é provado pelo fato que Ele nos tolera quando nós O ofendermos.
 
10. Seja alegre. Jesus cuidará de tudo. Não prestemos nenhuma atenção a pessoas que não conhecem o que estão dizendo. Confiemos em Jesus e em nossa Mãe divina e tudo sairá bem.
 
11. Ame Jesus, ame-O muito, mas para isso tem que amar mais o sacrifício. O amor deverá ser amargo.
 
12. Coragem. Nos baste saber que Jesus grandemente nos ama.
 
13. O espírito humano sem a chama do amor divino tende a alcançar o nível da besta, enquanto que por outro lado, a caridade, o amor de Deus, poderão ser tão elevados que podem até mesmo chegar ao trono de Deus. Agradecei a Deus sem já crescer cansado para a liberalidade de um tal Pai bom, e pedi-Lhe para aumentar a santa caridade cada vez mais em vosso coração.
 
14. Você nunca se deverá queixar das ofensas, não importa donde elas vêm, enquanto se deve lembrar daquele Jesus que era saturado com infâmia da malícia dos homens que Ele tinha ajudado.
Você deverá desculpar todo o mundo com caridade cristã, enquanto deverá manter diante de seus olhos o exemplo do Mestre divino que perdoou aqueles que o crucificaram, até mesmo antes do Pai.
 
15. Jesus e sua alma têm que cultivar a videira em acordo. Sua tarefa é remover as pedras, apartar os espinhos. Jesus é semear, plantar, cultivar e regar. Mas até mesmo em teu trabalho há o trabalho de Jesus. Sem Ele, você não pode fazer nada.
 
16. Nós não devemos deixar de fazer o bem, até mesmo se escandalizar os Fariseu.
 
17. Lembre-se: o pecador que se envergonha de suas más ações é mais íntimo a Deus que o homem justo que se envergonha de praticar boas ações.
 
18. Tempo gasto para a glória de Deus e a saúde da alma nunca é desperdiçado.
 
19. Eu sinceramente abençôo o trabalho de catequizar crianças, que são as pequenas flores de Jesus. Eu também abençôo o trabalho na ajuda aos missionários.
 
20. Todos nós não somos chamados por Deus para salvar almas e propagar Sua glória pelo nobre apostolado da pregação... mas todos podemos promover a glória de Deus e trabalhar para a salvação das almas por meio de uma vida verdadeiramente cristã, rezando sem cessar para a “vinda de Seu Reino…” para que “não possamos ser conduzidos em tentação" e que "Ele nos livre do mal." Isto é o que você deveria fazer, se oferecendo continuamente a Deus para este propósito.
 
21. Surgi mais uma vez, oh Deus e confirmai em Vossa graça, esses quem Vós me confiastes, e não permitis perder nenhum deles, abandonando o ninho.
 
22. Eu pertenço completamente a todo o mundo. Todo o mundo pode dizer: "Padre Pio é meu." Eu amo meus irmãos profundamente em exílio. Eu amo minhas crianças espirituais tanto como minha própria alma e até mesmo mais. Eu as regenerei com Jesus por meio do sofrimento e do amor. Eu poderei me esquecer, mas não a minhas crianças espirituais, realmente eu posso assegurar que quando Deus me chamar, Lhe direi: "Domine, eu permanecerei nos portões do Paraíso; entrarei quando vir a última de minhas crianças entrar."
Eu sofro tanto por não poder ganhar todos meus irmãos para Deus. Às vezes estou ao ponto de morrer de preocupação em ver tantas almas sofredoras sem as poder aliviar, e tantos irmãos se aliando a Satanás.
 
23. A vida não é mais que uma luta contínua contra si mesmo, e não está aberta a beleza sem o preço do sofrimento.
Sempre se mantenha em companhia de Jesus no Getsemani e Ele saber confortá-lo nas horas de angústia que viram.
 
24. Há uma coisa que eu não posso tolerar de modo algum que é o seguinte: se eu tiver que repreender alguém, eu sempre estou preparado; mas eu não suporto ver outra pessoa fazer isto. Ver alguém humilhado ou mortificado assim é insuportável para mim.
 
25. Possa Deus ser agradado ao ver que estas pobres criaturas verdadeiramente se arrependem e retornam a Ele. Devemos verdadeiramente ser uma mãe para todas essas pessoas e ter um grande cuidado por elas, porque o Jesus nos fala que há mais festividade no Céu para um só pecador que se arrepende do que a perseverança de noventa e nove pessoas. Estas palavras do Redentor verdadeiramente estão confortando a muitas almas que infelizmente pecam e que querem se arrepender e voltar deste modo para Jesus.
 
26. As aflições da humanidade: estes são pensamentos para todo o mundo.
 
27. Não tente, excessivamente curar seu coração, com seus esforços só o tornariam mais fraco. Não faça um esforço muito grande para superar suas tentações, pois com essa violência só os faria mais forte. Menospreze-os e não os enfatize muito.
 
28. Faça bem em todos os lugares, de forma que todo o mundo possa dizer: "Este é um filho de Cristo."
Suporte tribulação, doença e a dor por amor a Deus e para a conversão dos pobres pecadores. Defenda o fraco, console esses que lamentam.
 
29. Não se preocupe sobre tomar meu tempo, porque o tempo melhor gasto é o que gasto na santificação de almas, e eu não sei agradecer a nosso Pai divino quando Ele me apresenta algumas almas que eu posso ajudar de algum modo.
 
30. Nunca deixo que o pensamento de vingança cruze minha mente. Eu rezei para os caluniadores e rezo. Se qualquer coisa, às vezes eu disse ao Deus: "Senhor se para os converter é necessário uma chicotada, então dai-a a mim de forma que eles possam ser poupados."

 

 

Outubro

 

1. Recorrei com simplicidade o caminho do Senhor e não atormenteis vosso espírito. Odiai sim, vossos defeitos mas com um ódio tranquilo e não perturbador e inquieto. É necessário ter paciência com eles e tirar vantagem dos mesmos por um santo . Quando falta esta paciência, minhas queridas filhas, vossas imperfeições, em vez de diminuírem, crescem cada vez mais, porque não há nada que nutra tanto nossos defeitos como a inquietude e a preocupação de quere-los afastar.

2. Guardai-vos da ansiedade e das inquietudes, porque não há coisa que impeça tanto o caminhar até à perfeição. Põe, filha minha, docemente teu coração nas chagas de Nosso Senhor, mas não à base de esforço. Tem grande confiança em sua misericórdia e em sua bondade. Ele não te abandonará jamais, mas não deixes por isso de abraçar estreitamente sua santa cruz.

3. Não te inquietes quando não podes meditar, não podes comungar ou não podes chegar a todas as práticas de devoção. Nesta situação, procura supri-las de outra maneira, mantendo-te unida a Nosso Senhor com uma vontade amorosa, com as orações jaculatórias, com as comunhões espirituais.

4. Caminhemos, então, sempre, inclusive quando nosso passo é lento; pois se nosso afeto é bem-intencionado e decidido, não podemos senão caminhar bem. Não, minhas queridíssimas filhas, no é necessário para o exercício da virtude estar atentas sempre e a cada momento a todas as virtudes; isto, em verdade, complicaria e enredaria demasiado vossos pensamentos e afetos.

5. Expulsa de uma vez por todas a perplexidade e as ansiedades e goza em paz as dulcíssimas dores do Amado.

6. Tua predicação seja a imolação contínua de ti mesma, sê discreto e onde quer que vás seja como o sorriso de Deus.

7. Sinto que se me rompe o coração no peito ao conhecer teus sofrimentos, e não sei que faria para que te consoles. Mas, porquê inquietar-te tanto? Porquê te turbas? Fora tanta inquietude, filha minha! Jamais te vi tão presenteada de tantas jóias por parte de Jesus como agora. Por isso, que motivo tens para temer, tremer e assustar-te? Teu temor e tremor se parecem ao de uma criança que está nos braços de sua mãe. Por isso mesmo, teu temor é tonto e inútil.

8. Não tenho nada concreto que reprovar em ti, fora essa inquietude um tanto amarga que se dá em ti e que não te deixa gostar de toda a doçura da cruz. Corrige-te de isso e continua fazendo o que tens feito até aqui, porque vais bem.
9. Rogo-te que não te angusties pelo que vou sofrendo e sofrerei; porque o sofrimento, por muito grande que seja, comparado com o bem que nos espera, resulta agradável para a alma.

10. Mantém teu espírito tranquilo e confia-te por completo a Jesus cada vez mais. Esforça-te por te identificar sempre e em tudo com a divina vontade, tanto nas coisas favoráveis como nas adversas, e não te preocupes pelo amanhã.

11. Não temas pelo teu espírito: são brincadeiras, predileções e provas do Esposo celestial, que quer assemelhar-te a Ele. Jesus olha as disposições e os bons desejos de tua alma, que são ótimos; e os aceita e premia; e não olha tua impossibilidade e incapacidade. Por tanto, mantém-te tranquila.

12. Não te afadigues em coisas que produzem inquietude, perturbações e afazeres. Só uma coisa é necessária: elevar o espírito e amar a Deus.

13. Te afadigas, minha filha, por buscar ao sumo Bem. Está em verdade dentro de ti e te tem estendida sobre a cruz, dando-te coragem e força para que suportes esse martírio insustentável e amor para que ames amargamente ao Amor. Do mesmo modo, o temor a havê-lo perdido e a havê-Lo desgostado sem te dares conta não tem fundamento algum, porque Ele está estão perto e unido a ti. Tampouco tem sentido a angústia do que está por vir, já que a situação atual é uma crucificação de amor.

14. Pobres e desgraçadas as almas que se colocam no turbilhão das preocupações mundanas. Quanto mais amam o mundo mais se multiplicam suas paixões, mais se incendeiam seus desejos, mais incapazes se sentem para seus projetos; e de aí as inquietudes, as impaciências, os choques terríveis que despedaçam seus corações, que não palpitam de caridade e de santo amor. Roguemos por estas almas desgraçadas, miseráveis. Que Jesus lhes perdoe e as atraia até Si com sua infinita misericórdia.

15. Não se deve atuar com maneiras violentas se não se quiser correr o risco de não conseguir nada. É necessário revestir-se de grande prudência cristã.
16. Filhas, lembrai-vos de que eu sou tão inimigos dos desejos inúteis como dos desejos perigosos e maus; porque, mesmo que seja bom aquilo que se deseja, esse desejo é sempre defeituoso em relação a nós mesmos, sobretudo quando anda misturado com uma preocupação excessiva, já que Deus não quer este bem, senão algum outro em que quer que nos exercitemos.

17. Quanto às provas espirituais às que te vai submetendo a paternal bondade do Pai do céu, te rogo que te resignes e que, em quanto te seja possível, estejas tranquila, fiando-te de as insistências de quem ocupa o lugar de Deus, te ama n’Ele e te deseja toda classe de bens, e te fala em seu nome. Sofres, é verdade, mas com resignação; sofres, mas não temas, porque Deus está contigo e tu não o ofendes senão que o amas. Sofres, mas crê que Jesus mesmo sofre em ti e por ti e contigo. Jesus não te abandonou quando fugias d’Ele, muito menos te abandonará agora em diante quando tu queres amá-Lo.

18. Não te deves confundir ao intentar conhecer se correspondeste ou não. Teu estudo e tu vigilância estejam orientadas à retidão de intenção que deves ter ao atuar e ao combater sempre, com valor e generosidade, às artes malignas do espírito maligno.

19. Mantém-te sempre com alegria em paz com tua consciência, dando-te conta de que estás ao serviço de um Pai infinitamente bom, que, impulsionado somente por sua ternura, desce até sua criatura para elevá-la e transformá-la n’Ele, seu Criador. E foge da tristeza, porque esta entra nos corações que estão apegados às coisas mundanas.

20. Não há que desanimar; porque se existe na alma o esforço contínuo de melhorar, no fim o Senhor a premia, fazendo-a florescer de uma vez em todas as virtudes, como num jardim florescido.

21. Procura não inquietar tua alma ante o triste espetáculo da injustiça humana, que tem também um valor na economia das coisas. Sobre esta injustiça verás um dia o triunfo definitivo da injustiça de Deus.

22. O Sábio louva a mulher forte: “Seus dedos, diz, sustêm o fuso” (Prov 31,19).
Com gosto vos direi algumas coisas sobre estas palavras. Vossa roca é o cumular de vossos desejos. Por isso, fiai todos os dias um pouco, tirai fio a fio de vossos projetos ate sua execução, e sem dúvida alguma os vereis cumpridos. Mas estai atentos para não vos apressardes, porque enredaríeis o fio com nós e embrulharíeis vosso fuso. Por tanto, caminhai sempre; e mesmo que vaiais avançando lentamente, fareis uma grande viagem.

23. A ansiedade é uma das maiores armadilhas que a virtude autêntica e a devoção vigorosa podem encontrar; aparenta afervorar-se no bem obrar, mas não o faz senão para esfriar-se, e não nos faz correr senão para que tropecemos, e por isso há que estar alerta em todo o momento, e de modo particular na oração; e para consegui-lo melhor, será bom lembrar-se de que as graças e os gostos da oração não são águas de esta terra e sim do céu; e que, por isso, todos nossos esforços não bastam para os conseguir, e que é necessário preparar-se com suma diligência, há que ser sempre com humildade e sossego: há que ter o coração aberto ao céu e esperar de aí o orvalho celestial.

24. Porque vos tem de preocupar o que Jesus vos queira levar à pátria celestial pelos desertos ou pelos campos, se pelos primeiros e pelos segundos se chega do mesmo modo à eterna bem-aventurança? Afastai de vós toda preocupação excessiva que brota das provas com as que o bom Deus quer visitar-vos; e se isto não é possível, afastai o pensamento e vivei resignados em tudo ao divino querer.

25. Tenhamos bem esculpido em nossa mente o que diz o divino Mestre: em nossa paciência possuiremos nossa alma.

26. Não percas o animo se te toca trabalhar muito e recolher pouco… Se pensasses quanto lhe custa a Jesus uma só alma, não te lamentarias por isso.

27. O Espírito de Deus é espírito de paz, e até nas faltas mais graves nos faz experimentar um arrependimento tranquilo, humilde, confiado, que depende precisamente de sua misericórdia. O espírito do maligno, em contrapartida, excita, exaspera e nos faz experimentar, no arrependimento mesmo, uma espécie de ira contra nós mesmos, sendo assim que o primeiro acto de caridade devemos dirigi-lo a nós mesmos. Por tanto, se te turbam alguns pensamentos, pensa que esta turbação não vem nunca de Deus, senão do diabo. Deus te oferece a serenidade porque é espírito de paz.

28. Se somos apassiveis e pacientes, nos encontraremos não somente a nós mesmos senão também nossa alma e com ela a Deus.

29. A luta que se leva a cabo antes da obra boa que se pretende realizar, é como a antífona que precede ao salmo solene que se vai cantar.

30. O impulso para alcançar a paz eterna é bom e santo, mas é necessário modelá-lo com a completa resignação ao querer divino. É melhor cumprir a vontade de Deus na terra que gozar no paraíso. “Sofrer e não morrer” era o lema de Santa Teresa. É doce o Purgatório quando se sofre por amor de Deus.

31. A paciência é tanto mais perfeita quanto menos se mistura com inquietudes e desassossegos. Se o bom Deus quer prolongar o tempo da prova, não vos lamenteis nem indagueis o porque. Tende sempre presente que os filhos de Israel tiveram que caminhar durante quarenta anos pelo deserto antes de pôr seu pé na terra prometida.

 

Novembro

1. Ame Nossa Senhora. Recite o Rosário. Possa a Mãe Santificada de Deus reinar soberanamente sobre o seu coração.

2. Me Deus me dê e que preserve em mim aquela fé ardente que me faz acreditar e trabalhar só para Vosso amor. Este é o primeiro presente que eu Vos apresento, e prostrado a Vossos pés, junto com os santos Magos, declaro, sem respeito humano para o mundo inteiro, que Vós sois nosso verdadeiro e único Deus.

3. Eu louvo a Deus com todo o meu coração que me fez conhecer almas verdadeiramente boas. Eu também contei estas almas que eles são o vinhedo de Deus. A água que brota é fé; a torre é esperança; o lagar é a caridade santa e a cerca viva é a lei de Deus que os separa das crianças do mundo.

4. Uma fé viva, convicção cega e aderência completa para as autoridades constituídas por Deus sobre ti; esta é a luz que iluminou os passos das pessoas de Deus no deserto e esta é a luz que sempre brilha na gorjeta dessas almas que são aceitáveis ao Pai. Esta é a luz que levou os Magos a adorar o Messias recém-nascido.

5. A crença mais bonita é o que irrompe adiante de seus lábios na escuridão, em sacrifício, em dor, no supremo esforço de uma inflexível vontade para o bem; isto é o que dispersa, como um raio de luz, a escuridão de sua alma, é o que o conduz a Deus na fúria da tempestade.

6. Faça um esforço particular para praticar doçura e submissão à vontade de Deus, não só em assuntos extraordinários, mas até mesmo nas pequenas coisas que acontecem diariamente. Não faça apenas estes atos pela manhã, mas também durante o dia e à noite, com um espírito tranquilo e jovial. E se você falhar, humilha-te, faça uma resolução nova, se levante e continue em seu propósito.

7. O inimigo é muito forte e todas as coisas consideradas, parece que a vitória tem que lhe sorrir. Ai! Quem me salva das mãos de tão forte e poderoso inimigo que não me permite um dia de liberdade, de um momento ou noite? É possível que Deus permitirá minha queda? Infelizmente é isto o que eu merecia, mas pode ser que a bondade do Pai divino seja excedida por minha maldade? Isto nunca poderá ser, nunca será, meu querido Pai.

8. Eu preferiria ser apunhalado com uma lâmina de aço, em lugar de fazer alguém sofrer.

9. Por todos os meios busque solidão, mas não falte com a caridade com seu vizinho.

10. Até mesmo quando repreendida a pessoa deve ser cortês e suave.

11. Faltar à caridade é ferir a pupila do olho de Deus. O que é mais delicado que a pupila do olho? Faltar à caridade é como pecar contra natureza.

12. Caridade, de onde quer que venha, é sempre a filha da mesma mãe, isto é, a Providência.

13. Lembre-se de Jesus, “manso e humilde de coração.” “Se irritar e não pecar” é dos santos. Eu nunca lamentei o ser gentil, mas eu tive escrúpulos de consciência e tive que confessar quando eu era um pouco severo. Mas quando eu digo bondade não quero dizer permissividade. Isso não! Eu me refiro à bondade que faz disciplina agradável que nunca deve ser negligenciada.

14. Onde não há nenhuma obediência, não há nenhuma virtude, onde não há nenhuma virtude não há nenhuma bondade, nenhum amor, e onde não há nenhum amor, Deus não está lá e sem Deus não vamos para o Paraíso. Estes formam uma escada e se faltar um degrau na escada, cairemos.

15. Eu te peço, pela mansidão de Jesus, e pelas entranhas de clemência do Pai divino, nunca afrouxar no caminho da virtude. Continue correndo e nunca decida parar, saiba você que ficar parado neste caminho é equivalente a retroceder passos.

16. Ver sofrer me faz muito infeliz! Eu me apunhalaria alegremente no coração para tirar o sofrimento de alguém! Sim, isto seria mais fácil para mim!
17. Eu estava extremamente afligido ao ouvir que estava doente, mas fiquei muito contente de ouvir que estava recuperando e até mais contente por ver verdadeira devoção e caridade cristã florescer uma vez mais em seu meio, que demonstrou durante sua enfermidade.

18. Eu não posso tolerar críticas e maldizer para com o nosso próximo. É verdade, às vezes eu desfruto arreliando-os, mas falando mal deles, me faz doente. Nós temos tantos defeitos em nós mesmos para criticar, por que atormentar nosso próximo? E faltando em caridade nós danificamos as raízes da árvore da vida, com o risco de as matar.

19. Caridade é a rainha das virtudes. Tal como as pérolas são unidas por um fio, assim são as virtudes seguras por caridade. E da mesma maneira que as pérolas caem se o fio quebra, assim também as virtudes se perdem se faltar a caridade.
20. Caridade é a medida com que Deus nos julgará em tudo.

21. Se lembre que a base de perfeição é caridade; e quem vive por caridade, vive em Deus, porque Deus é caridade, como disse o Apóstolo.

22. Eu abençoo o bom Deus pelos sentimentos santos que Sua graça te dá. Você faz bem nunca começar qualquer tarefa sem primeiro ter implorado ajuda divina. Isto obterá para você a graça da santa perseverança.

23. Eu estou sofrendo e sofrendo muito, mas graças a nosso bom Jesus eu continuo a sentir ainda um pouco de força, e quando ajudados por Jesus o que a criatura não é capaz de fazer?

24. Lute como uma alma forte se você desejar obter a recompensa das almas fortes.

25. Não recuse de maneira nenhuma ou por qualquer razão para agir caridosamente a tudo sem exceção. Saia de seu modo para fazer isto quando você tiver a oportunidade. Deus deseja isso e você tem que fazer um esforço para o fazer.

26. Você sempre tem que ter prudência e amor. Prudência tem os olhos, o amor as pernas. Amor são as pernas que gostariam de correr para Deus, mas seu impulso apressado para Ele é cego e às vezes poderia tropeçar se não fosse guiado pela prudência que tem os olhos. Quando a prudência vê que aquele amor deveria ser contido, empresta-lhe seus olhos.

27. Simplicidade é uma virtude, mas até certo ponto, nunca deve estar sem prudência; por outro lado a esperteza e a astúcia são diabólicas e fazem muito dano.

28. Vanglória é uma inimiga que assalta esses que se consagraram ao Deus e abraçaram a vida espiritual. Consequentemente pode ser justamente chamada a traça que consome as almas que cuidam da perfeição. Os santos se referem a isto como a carcoma da santidade.

29. Não deixe sua alma se perturbar ao espectáculo triste da injustiça humana; até isto tem seu valor na economia de eventos. Não pare na sua procura pela verdade e na aquisição do mais Alto. Seja dócil às inspirações da graça.

30. Para nos atrair, Deus dá-nos muitas graças e nós imaginamos que quase estamos no Céu. Porém, nós não sabemos que para crescer nós precisamos de pão duro: cruzes, humilhações, provas e contradições.

31. Corações fortes e generosos não se afligem com exceção de fortes motivos e mesmo até não permitem que tais motivos penetrem muito profundamente dentro deles.

 

Dezembro

“Ame a humildade e a simplicidade!”

“Bendigo a Deus de todo o coração por colocar em meu caminho tantas pessoas verdadeiramente boas!”

“A profissão de fé mais bela é a que, sai dos seus lábios na obscuridade, no sacrifício, na dor, no esforço supremo de buscar decididamente o bem.”

“Jesus, permaneça em meu coração, a fim de que ele seja Teu por toda a eternidade.”

“Seja mais generoso no cumprimento de seus deveres para poder atingir a perfeição!”

“Saiba distinguir pessoas de pessoas.”

“Não sejamos mesquinhos com Deus, que tanto nos enriquece!”

“A piedade é útil para tudo e se aplica a tudo, de acordo com as circunstâncias, menos ao que seja pecado.”

“A melhor profissão de fé é a que, no relampejar da tormenta, te levanta e te conduz a Deus.”                                        

“Agradeçamos a Nossa Senhora, pois foi ela que nos deu Jesus!”

“Esteja sempre atento para não cair nas redes do demônio.”

“Você não acha que Jesus merece que você lhe ofereça um sacrifício?”

“Tenha teus filhos sempre em teu coração e lhes queira bem, mais do que à pupila de teus olhos.”

“Não se fixe no que o inimigo (o demônio) lhe sugere. Vence quem foge!”

“Deus vê suas boas resoluções e em consequência sabe quando você tem boa vontade.”

“Que Nossa Senhora seja a estrela que ilumina todos os teus caminhos!”

“Jesus só fala de amor e te dá perpétua prova de Seu amor.”

“O que em nós há de rebelde, somente pode ser combatido pelo amor, porque a linguagem do amor é a persuasão da confiança.”

“Ame a humildade e a simplicidade!”

“Quem fala semeia, quem ouve colhe!”

Um convertido exprimiu o receio de tornar a cair. Padre Pio respondeu-lhe: “Eu estarei sempre com você. Você poderia pensar, meu filho, que eu deixaria recair uma alma que levantei? Vá em paz e tenha confiança.”

“Agradeça a Deus pelo dom da fé, pois muitos não o possuem!”

“Agradeçamos Nossa Senhora, que nos deu Jesus!”

“Lembre-se de que Jesus veio para os pecadores, não para os justos; para os doentes, não para os sãos.”

“Pobreza, humildade, abnegação, rodearam o Verbo Encarnado; mas da obscuridade em que o Verbo Encarnado vem envolvido, podemos entender uma coisa: que escutamos uma Voz e vislumbramos uma verdade sublime.”

“Se Deus tirasse tudo o que nos deu ficaríamos em farrapos”.
NATAL “Todas as festas da Igreja são bonitas… a Páscoa, sim, é a glorificação… mas o Natal tem uma ternura, uma doçura infantil que arrebata o coração.”

“Quem não vê o pequeno Menino Jesus de Belém, cujo advento estamos preparando – quem não vê, digo, que Seu amor pelas almas é incomparável?”

“Nossa Senhora, minha Mãe, conduza-me até a gruta de Belém, e faça-me aprofundar na contemplação do grande e sublime evento que está para acontecer no silêncio da mais bela e magnífca noite que o mundo já viu!

“Jesus fez tudo por amor e nos convida a amar.”

“Que Jesus Menino seja a estrela que te guia através do deserto desta vida!”

“A fé nos serve de guia e sua luz nos indica o caminho que nos leva à Deus e à pátria celeste.”

“Seja alegre e corajoso, porque o anjo proclama o nascimento de Nosso Senhor, o Salvador, cantando. Ele canta, anunciando às pessoas de boa vontade, a alegria, a paz e a bem-aventurança. Assim, ninguém pode ignorar que, para acolher o Menino Jesus, basta ser uma pessoa de boa vontade.”

“Ofereça a Deus todas as suas ações”.

“Zele cuidadosamente pela pureza do seu coração e do seu corpo”.

“Deus o livrará de todos os males .”

 

FIM