AS MENTIRAS DA NOVA ERA

NÃO VOS VOLTEIS PARA OS ÍDOLOS - Não façais para vós deuses fundidos, Eu sou o vosso Deus.

 

I.   Definição:

O Movimento “Nova Era”(MNE), algumas vezes chamado também como “Movimento do Potencial Humano”, é uma rede de pessoas, grupos, atividades e práticas ligadas de forma frouxa, que, de acordo com os seus adeptos supostamente estimula e produz um campo vasto de resultados benéficos tais como crescimento “espiritual” e pessoal, sucesso financeiro, melhora de relacionamentos, curas físicas e psíquicas, paz individual e global, harmonia ao ambiente, etc.  

 

 

II.    Origem

O MNE nasceu nos EUA durante os revoltos anos 60, quando todas as instituições e valores tradicionais, especialmente a Igreja e a família estavam sob constante ataque. O predecessor e vanguarda da Nova Era foi o “Movimento Pacifista” dos anos 60 que condenava a moralidade tradicional. O MNE originou-se também do Ambientalismo Radical, Feminismo Radical e espiritualidade Feminista dos anos 70 que ganharam popularidade no mundo inteiro. Hoje o MNE conseguiu se infiltrar com sucesso em quase todas as maiores instituições, tanto religiosas quanto seculares. 

 

 

III.  Aparência do Bem/ Realidade do Mal

O MNE, superficialmente, parece uma coisa boa. Ele promete a paz global, saúde, crescimento pessoal e espiritual e harmonia ambiental. Entretanto, os métodos que ele promove para alcançar estas metas estão sabiamente camuflados nesta aparente superfície benevolente.

Um exame mais detalhado revela uma metodologia obscura e sinistra para afastar as pessoas de Jesus Cristo e lançá-las ao individualismo e às práticas religiosas pagãs, crença na reencarnação, e o poder do “EU”. Não obstante o MNE, superficialmente não negue a existência de Jesus Cristo (pois negando-O, afastaria num instante, a maioria dos Cristãos), aplica uma sintaxe esperta, enquanto os aspectos tradicionais da nossa fé são redefinidos. Jesus Cristo torna-se muito menos do que Ele realmente é, isto é, Deus, e é relegado ao número dos “Guias Espirituais” ou “Mestre Ascendido” que era um mero humano que “evoluiu” para um ser mais elevado após descobrir e usar a “sabedoria antiga”.

De fato, o MNE promete que qualquer indivíduo pode alcançar este estado através da “Auto-realização” ou “Consciência Mais Elevada” do seu próprio “Eu Mais Elevado”, “Eu-Deus”, ou “Divindade”. Essencialmente, cada indivíduo pode se tornar Deus.(!) 

 

 

IV. Fruto Proibido

O MNE está comprometido com as práticas ocultas e outras práticas proibidas que compõem a “sabedoria antiga”, incluindo mediunidade, canalização, divinização, astrologia, consulta de espíritos dos falecidos, tarô, cristais, leitura da mão, cartas, poderes psíquicos, ioga, meditação transcendental, poesia das rosas, regressão das vidas anteriores, etc. Deus falou a Moisés sobre tais práticas: (Deuteronômio 18:10~12)

Não se ache no meio de ti quem faça passar pelo fogo seu filho ou sua filha, nem quem se d êà adivinhação, à astrologia, aos agouros, ao feiticismo, à magia, ao espiritismo, à adivinhação ou invocação dos mortos, porque o Senhor, teu Deus, abomina aqueles que se dão a essas práticas, e é por causa dessas abominações que o Senhor expulsa diante de ti essas nações. (Levítico 19:4)

Não vos volteis para os ídolos, nem façais para vós deuses fundidos. Eu sou o Senhor, vosso Deus. (1 Timóteo 4:1)

Ora, o Espírito diz claramente que nos últimos tempos alguns apostatarão da fé, dando ouvido a espíritos enganadores e a doutrinas de demônios.   

Apesar da clara implicação de tais práticas, um número crescente de pessoas está abandonando a verdadeira fé para seguir alguns dos muitos aspectos do MNE. Hoje as pessoas estão substituindo Deus por espíritos demoníacos e deuses pagãos, da mesma forma que os antigos israelenses e egípcios no tempo de Moisés. As seduções são sutis, porém, no seu centro está o Satanás. Ele está prometendo exatamente como o fez no Jardim de Éden, dizendo que o fruto proibido nos tornará deuses...  

 

 

V.    “Não há pecado, não há inferno”

O conceito do pecado e do inferno não existe no MNE. A reencarnação e a “ascensão” são as explicações dadas pelo MNE. “Bênçãos Originais” substituem o conceito do pecado original, e a queda do homem da graça divina é agora chamada de “ascensão” do homem. O poder redentor da cruz não é mais preciso, e desta forma, a Crucifixão de Jesus não é mais significativo, e, pode, portanto, ser totalmente ignorada. Alguns aspectos da “Nova Era” despersonaliza Jesus Cristo, referindo-se a uma “Consciência de Cristo” (Eckankar) - que veio através de várias pessoas através dos tempos, ou “Cristo Cósmico” (Rosacrucianismo).  

 

 

VI.  Espíritos Demoníacos em Disfarce

Satanás, assim como outros espíritos malignos, são anjos caídos que se afastaram de Deus. Possuem, porém, o poder para aparecerem às pessoas, disfarçados de benevolentes. S. Paulo adverte:

E não é de admirar, visto que o próprio satanás se transforma em anjo de luz. (2 Coríntios 11:4).

O que parece para alguns adeptos da “Nova Era” como uma “Luz Divina” é, na realidade, “A Escuridão Brilhante” de satanás. Apesar dos atrativos, a aparente preocupação mostrada por estes “Guias Espirituais”, estes espíritos levarão à opressão espiritual e outras formas de destruição espiritual aqui na terra, e possivelmente, sérias conseqüências na vida futura.

 

VII. Verdade = Jesus Cristo

Os Católicos devem tornar-se mais atentos aos engodos e armadilhas do MNE, a fim de evitá-los. Precisam rejeitar as mentiras e falsas promessas do MNE de satanás, e se entregar completamente à verdade que é Jesus Cristo. Satanás deseja governar o mundo, porém Deus triunfará no fim. Somente Ele é a nossa esperança e salvação.