BÊNÇÃOS DO PAPA

Há três bençãos do Santo Padre, o Papa, associadas com o nosso ministério:
 
 
 
1. Por aqueles que rezarem o Terço da Divina Misericórdia e incluirem em suas intenções todas as causas em favor da vida.

O mundo inteiro esta se debatendo em uma atmosfera de emeninete perigo catastrófico. Terrorismo, divisões religiososas, fome, guerras, pornografia, homosexualidade, aborto,  eutanásia, e moral indiferença com a clonagem humana no horizonte... nós vemos que a humanidade endureceu seu coração para a autoridade de Deus. Nós rejeitamos Suas leis e as substituímos com as nossas próprias. Devemos restaurar a autoridade de Deus sobre Suas criaturas e amolecer nossos corações endurecidos.

2. Pelos Apóstolos Eucarísticos da Divina Misericórdia e por aqueles que apoiam o seu trabalho dedicando do tempo, talentos a recursos materiais.

“...a todos os fiéis que oferecem suas orações e investem seu tempo, talento e recursos para apoiar o exercício do seu ministério, a saber: de professar e proclamar a verdade da Presença Real de Jesus na Santíssima Eucaristia e da hora de oferecimento do Terço da Divina Misericórdia pelos agonizantes durante a Adoração Eucarística; de trazer ao mundo angustiado a mensagem e a devoção da Divina Misericórdia, revelada à Igreja através da Bem-Aventurada Faustina Kowalska; de formar cenáculos – pequenos grupos de fé que se reúnem semanalmente – para estimular vocações à vida sacerdotal e religiosa e rezar por elas; para rezar e trabalhar pelo fim do flagelo do aborto no mundo; e para crescer na vida espiritual através do estudo da Sagrada Escritura,  do Catecismo da Igreja Católica e do Diário Espiritual da Bem-Aventurada Faustina Kowalski; e de encorajar o exercício da fé  pela prática de obras espirituais e corporais de misericórdia, especialmente em prol dos rejeitados, solitários, deficientes, idosos e agonizantes, concedo, de todo o meu coração, como um sinal de favor divino,  a minha especial Bênção Apostólica”. (Vaticano, 15 de outubro de 1998. Papa João Paulo II)

3. Por rezar o Terço da Divina Misericórdia durante a Adoração do Santíssimo Sacramento pelos doentes e agonizantes

“Por ocasião do Grande Jubileu do Ano 2000, para todos os Fiéis que durante a Adoração do Nosso Misericordiosíssimo Salvador e do Santíssimo Sacramento do Altar, rezarem o Terço da Divina Misericórdia pelos doentes e pelos que estão morrendo nesta hora, eu concedo, como sinal da abundância das graças divinas, minha Carinhosa Benção Apostólica.

(Papa João Paulo