LEMBRETE

Neste mundo tudo é de Deus, nós também somos Dele e Ele tem direitos sobre nós.

Tenhamos sempre em nossa mente que Ele nos ama e quer nos salvar. Ai de nós que não ouvimos ou não queremos ouvir a Deus.

Muitas vezes o Céu nos dirige a Palavra, nos revela em parte Seus segredos e à cada homem que chega os mesmos, os interpreta conforme suas idéias, emendam conforme seus conceitos e muitos jogam esta mistura à público.

Devemos nos cuidar para que não fiquemos confusos e percamos a nossa própria personalidade: a de Filhos do Deus Único e Verdadeiro.

O Que é certo vem do Céu, é passado pelo Céu, não a todos, mas a quem o Bom Deus escolhe, a alguns Ele deixa na obscuridade (sem o entendimento), a outros ele revela mais claramente...  E assim Ele dispõe o certo a cada um que quer ouvir.

Devemos semear a semente que vem do Céu, só ela germinará.

Sobre esta semente (sobre a Verdade revelada por Deus mesmo) se fixará o Novo Reino.

Deus conta com muitos aos quais Ele revelou partes de Seu Plano, aos quais Ele chama: Peças do quebra-cabeça... Estas estão ainda espalhadas, não se juntaram, por isso é necessário que cada peça desta cumpra o que é pedido pelo PAI, cada uma têm uma missão...

Deus pode mudar o curso das coisas, de acordo com Seu Plano, pois nós homens além de nada vermos adiante, muitas vezes duvidamos e até atrapalhamos o curso normal das coisas, quando não cumprimos, quando não atendemos de imediato o que o Bom Deus nos pede e espera de nós.

Só entrando nas profundezas do amor de Deus, cumprindo Sua Santíssima Vontade é que seremos conduzidos a passos largos por Ele à Vitória.

Acaso gostaríamos de deixar ou sermos deixamos por alguém amado ou que nos ama, esperando nossa nem sempre boa vontade?

Deus, portanto, não pode confiar em todos os homens! Nem esperar mais a má vontade do homem. Ele deu o livre arbítrio e o homem dispõe deste do jeito que lhe apraz. Se julgarmos nossos compromissos maiores e mais importantes do que o Bom Deus nos está a pedir, Deus certamente convidará a outros para assumir nossa missão, se nos acomodarmos ou agirmos com indiferença, ou mesmo desacreditarmos, estaremos deixando espaços abertos e os caminhos da Missão confiada por Deus a nós, para outros. Perderemos muitos dons com os quais Deus já nutriu nossa alma para a missão: a Sabedoria, a Ciência, a Palavra, a Profecia. Só continuaremos a cumprir a missão que Ele nos destinou, se seguirmos o que o Bom Deus nos pede sem indagar, sem intervenções, o que vêm de Deus não vem de mentiras, mas de certezas, embora muitas vezes nos pareça incerto, simplesmente porque muito do que Ele nos passa, foge ao nosso entendimento.

Como Deus nos ama! E sequer o homem que foi chamado por Ele corresponde a este Amor! Deus curva-se diante de nós para nos ouvir, mas tão especialmente e principalmente para ouvir o que Ele mais espera: a nossa resposta.

Quão o homem está auto-suficiente, e sequer dá ouvidos a Deus! Acaso achamos que o Paraíso nos cairá do Céu?

Como Deus é paciente, mas chegará o dia em que ela se esgotará. Onde estaremos então? Quantos de nós se assentarão à Mesa do Banquete Nupcial?  Já aceitamos o convite. Resta-nos colher as Sementes que estão sendo cultivadas, pois o que permanecer seco será queimado, muitos irão decidir-se na dor, muitos dos nossos.

Que nenhum de nós aqui faça esta opção, nenhum de nossos filhos, nem parentes, nem amigos e mesmo inimigos!

Devemos deixar claro a cada um deles as duas opções que tem à frente: decidir-se no Amor ou decidir-se na dor.

Quanto a nós que aceitamos o convite e demos nosso sim, ouçamos os Apelos do Bom Deus que nos são trazidos através da Mãezinha, de Seu Filho Jesus, dos Santos Anjos, dos Santos, através do Papa Bento XVI, é através Deles que Deus manifesta Seu desejo. Não através das idéias de homens comuns como qualquer um de nós.

Ouçamos tão somente o que o Céu tem a nos dizer. Cumpramos tão somente o que o Céu espera que façamos, temos responsabilidade com a missão destinada a nós neste mundo e haveremos de prestar contas a Deus do que aqui realizarmos ou deixarmos de realizar...

Havemos de ser cobrados por Deus, no quanto O ajudamos saciando a Sua Sede de Almas. Quantos pecadores se converteram, quantas  almas foram conduzidas por nós de volta à Pátria Celeste.

A nós cabe a missão da Evangelização, a cada um de nós o Bom Deus confia o Novo Reino, àqueles que agora dão seu sim e que rezam, enxergarão mesmo nos dias de densas trevas, pois a luz iluminará seu caminho. Aqueles que cumprem sua missão desde já, serão aqueles que brilharão no Novo Reino, serão como luzeiros que iluminarão a Grande Ceia, o Banquete Celeste.

Deus conta com poucos, muito poucos, a nossa responsabilidade é imensa: responsabilidade de conversão de todos, ou vamos deixar que os filhos de Deus se percam!?

Deus dá oportunidade a todos, mas poucos aceitarão.

Correrão leite e mel, nesta terra, mas é preciso lutar contra o fel que foi derramado, é preciso que tudo seja transformado, antes haverá uma batalha contra o inimigo e para muitos esta batalha já começa, mas é preciso ter fé, coragem, as forças para a luta virão do Pai, que nos fortalecerá. Deus é mais forte, o mundo e os homens serão transformados por Ele.

Vivamos desde já de amor, viver de amor é abolir todo o medo, toda a lembrança de erros do passado, dos pecados não ver nem mais sinal, pois o Amor de Deus tudo queima. Fixemos no Seio do Pai desde já nossa morada. Para que possamos viver para Deus e nosso próximo e não mais para o mundo.