NOVOS SINAIS A CAMINHO DO FIM

Já se cumpre o reinado de 3 anos e meio do anticristo:  

 
Depois de um tempinho sem escrever devido ao livro A CAMINHO DO FIM – que já está na gráfica para impressão, volto a escrever algo, tendo sempre em vista este final dos tempos da redenção. O que mais impressiona neste momento, com absoluta certeza é a rapidez com que forma o governo único mundial, coisa que se torna cada dia mais claro e visível. Algo também que nos era dito como impossível, especialmente pelos “especialistas” que evocavam sempre a tal de teoria da conspiração... O que nos tachava de loucos!
 
De fato, há apenas dois anos atrás se alguém dissesse que os Estados Unidos poderia se tornar uma nação comunista, achariam delírio. Hoje os passos são dados nesta direção por Obama, tudo sob inércia de uma nação que parece narcotizada e já não reage mais. Se ainda reage é não na devida intensidade, para exorcizar o monstro que a abraça. Por outro lado, o mundo inteiro, e em praticamente todas as nações se movimentam os peões que levam a esta maldita ideologia, que será em síntese a base do governo do anticristo. O comunismo é ateu e diabólico – está também no Brasil – e nisso se cumpre a velada ameaça de Nossa Senhora em Fátima: se a Rússia não for consagrada ao Coração Imaculado, ela espalhará seus erros no mundo.
 
Entre os sinais antigos, já tantas vezes mencionados, podemos apontar certamente esta alarmante passividade com que a humanidade assiste o avanço dos controles de domínio da fera, que ocupa todos os lugares chaves. Aos poucos ela vai estrangulando as nações, e estende seus tentáculos sobre os povos. De peculiar agora é que tudo vai sendo feito em toque de caixa, rapidamente, e já não mais sob a batuta do direito e das leis, mas afrontando todas elas, com imposição forçada de tudo aquilo que vem do mal. Basta ver nosso governo como insiste em impor a mordaça gay e o aborto em nosso meio, mesmo sabendo que a maioria absoluta dos brasileiros é contra ambos. Não importam mais a lei, a moral, os princípios que brotam até mesmo do direito natural anunciados na carta das nações, vale cumprir os projetos dos conspiradores.
 
Um exemplo claro disso foi a exigência do tribunal pagão de Estrasburgo, na Europa, exigindo que em toda Itália fossem retirados os crucifixos das escolas, apenas porque uma meia cidadã italiana se sentia ofendida com a presença deles. Claro que foi muito linda a reação de muitas cidades da Itália, que resolveram aí sim multiplicar os crucifixos, não somente nas escolas, mas em outras repartições públicas, e também nas praças e outros lugares bem visíveis. Entretanto, como muitas o fizeram apenas para manter uma “tradição” – não a fé na Cruz que salva – eu acredito que isso é mais fogo de palha, acabará em pouco tempo, a besta os sufocará. Vejo adiante a Itália inteira desabando sob o peso de outras faltas, em especial na área do sexto mandamento, e do sétimo, quanto ao aborto. Claro, junto com outras nações. Eles não terão forças de resistir ao exercido o mal. Não é a toa que a Itália ostenta hoje o índice de morte irreversível, devido a sua baixa taxa de fecundidade.
 
Óbvio que, com isso, a besta testa a reação dos povos, e como já exerce domínio em todas as áreas do comportamento humano tem seus truques e trunfos para implantar rapidamente o governo mundial. Todas as exigências no sentido de botar abaixo “tudo aquilo que é divino e sagrado” cumprem a profecia de São Paulo, na segunda carta aos tessalonicenses, que prenunciam o surgimento do anticristo. Este ser, anunciado pelos profetas atuais como da mais horripilante crueldade, para que possa agir livre sobre a humanidade, precisa que o mundo esteja totalmente despido do sagrado ao seu redor, porque senão o demônio que o domina fica inibido e acabrunhado.
 
De fato, este ser horrível – que já cumpre seu tempo bíblico de reinado de três anos e meio, desde meados deste ano de 2009 – simplesmente fica deprimido diante de uma cruz, tal como seu mentor Lúcifer, porque a Cruz é sinal de redenção e de vitória. Todos eles, adiante, acabarão esmagados sob o peso da cruz que desabará sobre os mentores de todo este projeto, sem exceção de um só. É exatamente porque a cruz é um tormento para ambos que eles exigem que retiremos das praças, das Igrejas e dos prédios públicos todos os sinais da vitória de Deus, no que se confirma o pé da letra o profetizado por São Paulo.
 
Infelizmente, já se antecipando ao tempo futuro onde a própria besta e seus exércitos derrubarão nossas cruzes e nossos sinais externos de culto, sorrateiramente nossos padres já despem suas Igrejas dos sinais de vitória. Fazem isso tirando primeiro a Cruz do altar na celebração das Santas Missas, e seguem o caminho da ruína retirando dos pedestais as imagens de culto, menção dos vencedores do inferno. O demônio odeia nossos santos e por isso combate suas imagens, que lembram os que o derrotaram. Não percebem estes loucos que cumprem com isso as ordens do diabo, simplesmente porque não existe motivo litúrgico verdadeiro para este procedimento, apenas a cegueira modernista destes infelizes executores dos projetos de satanás.
 
De fato, o tão falado Masterplan, que detalha um projeto de destruição da Igreja a partir de seu interior, prevê maligna e astuciosamente que os executores do projeto não seriam os agentes do diabo, mas exatamente os bons sacerdotes católicos. Isso atesta duas coisas, certamente: ou se trata de uma ingenuidade clamorosa, ou de uma afronta proposital. Isso porque simplesmente não me entra na cabeça que eles sejam tão tapados em entender as Escrituras – depois de tantos anos de ‘teologia’ – isso quando até as crianças percebem. Como sempre tenho dito, para que obrigar os seminaristas a estes extensos cursos, se eles servem apenas para fabricar cegos e hereges. Porque não quero nem imaginar que todos estes possam estar conscientes e coniventes com o mal.
 
Claro que aqui atua um fator que certamente tem grande peso. Trata-se da confusão e do dilema entre a obediência ao Papa, e obediência aos bispos que lhe são rebeldes. Mais que isso, os maus padres acabam quase que obrigando os bons a seguirem seus péssimos exemplos, porque agem com sarcasmo, ironia e zombaria contra os que ainda querem se manter fiéis. Desta forma, os bons – envergonhados – acabam seguindo o exemplo dos maus, até por certa covardia, prova única da falta de oração e de fé. Tudo vai então como uma avalanche de lodo putrefato levando de roldão bons e maus, e todos, rumo ao abismo. E assim, de heresia em heresia, uma inércia já quase coletiva imobiliza aos poucos a Igreja, que desobediente à Sua Santidade o Papa Bento XVI, faz cumprir a apostasia, também anunciada por São Paulo, na mesma carta. 
 
Por outro lado, seguem firmes e avançando em ordem de batalha todas as leis que possam levar o homem ao pecado e a destruição de sua alma. Em todos os países da terra os parlamentos tratam de preparar as leis que permitirão facilidade de ação e de morte ao filho de satanás, a fim de que ele execute as ordens do príncipe das trevas. É impressionante a fúria com que agem estes degenerados parlamentares, verdadeiros escravos de satanás, obstinadamente voltados a preparar o terreno para que o inferno se derrame sobre nosso planeta. Podem todos os leitores observar, como rapidamente tudo é forçado, impingido, empurrado a força e estabelecido como lei – sob pena de prisão – para que adiante sejamos feitos escravos do demônio.
 
Hoje ainda, ao meio dia, almoçando com um sacerdote amigo, mostrei a ele – que comigo concordou – que todas as civilizações antigas que já desapareceram da face do planeta cumpriram os mesmos passos que estamos dando hoje. Quando os homens tentaram livrar-se de Deus, infringindo primeiramente os princípios da lei natural que estão impressos profundamente no espírito das criaturas inteligentes, e depois criando leis diabólicas que desvirtuavam os planos do Eterno, seu desaparecimento se deu, até de forma fulminante. O que restou deles foram ruínas, escombros e frangalhos num canto fúnebre do qual ainda se podem ouvir ainda que tênues, os últimos acordes. Em vista disso, muito em breve ouviremos também o nosso Réquiem.
 
Isso acontecerá exatamente quando estiver no auge a destruição do sagrado, quando em todo mundo a fera e seus sequazes, secundada por maus católicos e rebeldes das seitas, estiverem derrubando cruzes em todo mundo. Então a cruz desabará sobre eles, porque é certo, retirem as cruzes e recebam os demônios. Nossas capelas, igrejas e catedrais serão despidas de suas imagens de culto, os cálices, paramentos e outros objetos litúrgicos preciosos alimentarão enormes fogueiras em toda a terra. Neste momento, de sanha enfurecida, virá o primeiro astro, não por força de Deus, mas por ordem do homem, que já desencadeou as fúrias do Universo, sobre si mesmo. Tudo isso é questão de tempo, pouco tempo.
 
Quanto ao projeto da fera, vimos que nesta última semana foi eleito o primeiro presidente da Comunidade Européia, sendo este o bloco mais atuante e que sai na frente. Sem dúvida alguma este é o primeiro dos 10 chifres da fera de sete cabeças. Jesus nos disse que a besta age em blocos, que em primeira análise visam apenas o lado econômico, mas que no fundo têm outra finalidade, que é diminuir o número das nações existentes hoje, permitindo mais centralização e certas facilidades ao governo mundial. De fato, quando na semana anterior a República Tcheca assinou o protocolo de entrada no bloco europeu, seu presidente nada mais fez do que assinar um documento, onde aquele povo infeliz abdicava da sua soberania nacional, em favor dos desígnios da fera. Penso que este presidente é provisório, virá adiante o definitivo.
 
Ora, este é apenas o primeiro dos 10 chifres da fera apocalíptica. E sem dúvida, a exemplo deste, nós aos poucos veremos formalizar-se cada um dos nove blocos que ainda faltam, conforme já mostramos em outros textos. Tudo isso irá bem explicado também no próximo livro, para que todos tomem ciência do que se passa, e assim possam se preparar – em oração e fé – para o cumprimento das Sagradas Escrituras. Eu presumo até que eles nem terão tempo de formalizar todos os blocos – alguns ficarão no projeto – porque o tempo de atuação deles está fixado em limite, para um dia e uma data. Eles próprios não se manterão de pé por muito tempo, já que, com estes passos cavam a própria ruína, como aconteceu com os antigos povos.
 
Eu realmente fico pasmo diante da nossa inércia frente ao avanço assustador do mal. É claro que os poucos que ainda enxergam já não podem mais empreender ações de reversão deste processo, entretanto assusta ver que as pessoas não reagem mais. Cada um só pensa cegamente em sua podre vidinha, em ganhar dinheiro, em fazer novos cursos, porque perderam o sentido da eternidade. Enquanto isso a fera age, cada vez mais abertamente. Não percebem mais que a vida aqui – diante do sem fim da eternidade – é como um fogo fátuo, que estala um pequeno lampejo e sequer deixa rastro de sua passagem. A imensa maioria das pessoas perdeu o sentido da vida, e realmente com isso se prepara para achar sentido no projeto do anticristo, ao qual aderirá – de início – em massa. Especialmente os jovens e as mulheres.
 
Noutro dia recebi uma resenha dos escritos proféticos dos nossos santos e santas, sobre as modas indecentes que aconteceriam no final dos tempos. Especialmente a moda feminina, mais visada e mais atuante, tem dado passos seguidos em direção ao abismo. Mal uma atriz veste uma roupa e se apresenta na novela, no dia seguinte é aquele descalabro de mulheres a correr atrás da nova moda. Mal sabem elas que este é um dos cabrestos do inferno. É por ele que Lúcifer consegue induzir os homens a dilúvios de pecados, porque a decência, o decoro, a moral, e a noção de pecados é coisa que simplesmente já desapareceu de levas imensas de mulheres. Tudo estava previsto para nosso tempo, e é um sinal claríssimo de que já vivemos os tempos da grande fera, ela que se delicia com tudo isso. Não mais pudor, nem mais rubor!
 
E isso se dá também com os homens. Quando um marido fica envergonhado de se expor ao lado da esposa em sociedade, estando ela com um vestido decente, sem metade dos seios de fora, sem roupas transparentes, sem trejeitos provocantes, é sinal de que também ele perdeu a noção de decoro e moralidade. E quando esta esposa não fica ruborizada nem desvia o olhar da cupidez luxuriosa dos outros homens é sinal de que ambos irão preparar a prole para o mesmo tipo de atitude. É desta forma que satã tem formado esta última geração, a geração dos últimos dias, para o advento do reino do pecado. E isso tudo quando Nossa Senhora nos alertou através da vidente de Fátima a Jacinta, quando disse: virão umas modas, que ofenderão muito a Nosso Senhor. Tudo isso se cumpre, e cada vez com maior intensidade.
 
Ora, acontece aqui o mesmo que acontece com os bons padres. Eles ficam com vergonha de combater os maus em defesa da Igreja e do Papa, então se calam, se escondem, tentando sufocar o peso da consciência. Eis por que tantos padres com depressão, desiludidos de sua sublime missão, e tendentes a largar o sacerdócio. Da mesma forma até as boas e santas mães acabam se curvando diante dos modismos e tentações das filhas, que não mais são preparadas para o sagrado ministério de serem mães de fato, mas sim para serem meras fêmeas, a cata de um bom partido. E neste caso significa unicamente ser rico de bens materiais.
 
Eis aí a causa mãe dos milhares de lares desfeitos, das famílias destruídas e de milhões de filhos largados ao desespero da solidão, seja em creches, seja em abrigos fruto de lares desfeitos. De fato, se a Igreja Católica é o alvo número um da fera, a família é o alvo dois. E quem cumpre este passo de ruína é a mulher moderna, liberada, executiva... E destrutiva! Mais uma vez Eva apresenta ao mundo a maçã da morte. E Adão também dela se delicia! Mas que as pessoas então tenham a sabedoria de ler o restante desta passagem do Livro do Gênesis, onde está gravado o destino dos que assim procedem. Lá foi a expulsão do paraíso, aqui poderá resultar em expulsão do Céu. Ai dos pais e das mães que perderem seus filhos! Sua perda também é certa!
 
Desta forma, a degradação da sociedade segue passos rápidos. No cinema, alguns filmes que tratam de dráculas, vampiros, bruxas, feitiços e mandingas têm atraído em especial aos jovens, o que aos poucos lhes entorpecem as mentes. E não adianta mais o Papa, os bons bispos e bons sacerdotes, nem os pais avisarem que isso é um mal, porque ninguém mais escuta. Que ninguém fique surpreso quando digo que certas mães, que hoje perdem seus filhos deveriam agradecer a Deus e nunca lamentar. Podem elas ter certeza de que os jovens rebeldes de hoje estão entre os mais prováveis seguidores da fera, e seus soldados assassinos, pois ela os enganará com falsas promessas de paz. Até que acordem! Muitos destes poderiam se perder eternamente!
 
Devido a estes comportamentos da juventude e da sociedade, está cada vez mais difícil manter a família em unidade, porque outro ardil de satanás foi dividi-la de forma brutal aonde se chega ao absurdo de que um casal mal tem tempo para um encontro no fim de semana. Vale mais o trabalho e o dinheiro que o diálogo familiar. Isso quando um dos dois ainda não trabalha aos domingos. E danem-se os filhos, que ficam cada vez mais a mercê do estado, que realmente almeja isso: educar nossos filhos segundo a lei de satanás, porque obedece também ele ao catecismo da fera.
 
Já lá se vão pelo menos quinze anos que acompanho estas coisas e escrevo sobre estes assuntos. E durante estes anos todos, milhares de vezes fui taxado de maluco, de louco, de fora da realidade, entretanto o que se vê hoje é que se inverte o ônus da causa: louco mesmo, de verdade, foi e é quem não teve a graça de ter os olhos e os ouvidos abertos, para perceber os sinais, que nós daqui divulgamos. Muitos dos que antes nos criticavam e escarneciam, hoje estão às voltas com filhos e filhas rebeldes, incontroláveis, já desde cedo afundados nas bebidas e nas drogas. Mas que poderia esperar uma sociedade tão à toa, que de tantas formas procura se desvencilhar de Deus? Que sente-se agora no colo de satanás!
 
E o que pode esperar esta mesma sociedade, se não percebe que todos os índices de mal e de malignidade, ano a ano, aumentam sem parar? Vícios, crimes, roubos, corrupção, pecados e mil tipos e acidentes provocados pela atividade humana, tudo isso aumenta ano por ano. Mais que isso, neste último ano de 2009 parece ter se exacerbado e mesmo explodido, de modo a se tornar já insuportável. Então vem a pergunta: e como ficará nos próximos dois anos? Temos ainda chance de reversão de tudo isso?
 
Começo respondendo pela segunda pergunta? NÃO! O processo que hoje se instalou é irreversível, porque agora é tarde para reação dos bons. O fato é que estes se calaram por décadas seguidas, iludidos pela narcotizante cantilena de que eram loucos os que alertavam, cegos também pelo orgulho de se acharem sumidades no entendimento das coisas. Pobres cegos! Pobres surdos! Pobres mudos também, que não disseram uma só palavra em defesa da verdade. Mais pobres ainda, todos nós, que não afundamos os nossos joelhos em oração – ainda em tempo – a única forma de sustar os efeitos deste processo, pois como já disse somente a oração amarra e inibe o inimigo maldito que a tudo isso comanda. Ele somente foge do grito da Ave Maria.
 
Respondendo a segunda pergunta, SIM! Tudo ficará cada vez pior nos próximos anos. Falo nos dois primeiros, 2010 e 2011, tempo em que a fera ajusta os últimos detalhes de seu projeto de escravidão e morte das gentes. No fundo o sentido que devemos dar a isso é principalmente o de natureza espiritual. De fato, os efeitos são visíveis, mas as causas são invisíveis. Trata-se de uma batalha dos espíritos, pela posse eterna das almas. De um lado, satanás instiga seus agentes que lutam cada vez mais com maior ferocidade, e mesmo os coage e obriga, pois cobra resultados. E os governos do mundo já são seus, eis o problema, também eles escolhidos a dedo. De outro, Deus respeita a liberdade dos bons, não coage nem os obriga a nada, e é esta inércia que faz as forças espirituais do mal suplantarem os efeitos das poucas orações. Esta a única forma de deter o avanço da tempestade final, ou de minimizar seus efeitos.
 
Ora, nossa grande arma, nosso mais poderoso escudo é sem dúvida alguma a Sagrada Eucaristia. Como já escrevi no livro O ECLIPSE DO SOL, a Eucaristia é o fiel da balança nesta batalha final: quanto menos tivermos a presença viva e real de Jesus, nos Sacrários das igrejas – e no sacrário dos corações – mais o mal avançara e isso até se tornar infrene, e nos parecer que tudo está perdido. Vemos que sorrateiramente, já muitos padres acolheram a sugestão do diabo: deixar os sacrários vazios, e consagrar apenas para o momento e consumo imediato, e este é um passo. De fato, uma capela ou Igreja sem a presença de Jesus Eucarístico, torna-se logo em pista de demônios.
 
Nós sabemos que, seguindo estes passos de destruição, aos poucos iremos perdendo nossa força de expiação, deixando espaço aberto para a atuação cada vez mais intensa e cada vez mais livre da fera e seus sequazes. Porque o decreto da fera pela demolição de todos os sacrários da terra e o fim da Santa Missa já foi editado e corre seu tempo. A abominação desoladora predita pelo profeta Danielentrau no templo santo, e toma lugar do sacrifício costumado. Como você acha que agirá a maioria dos sacerdotes diante disso? Se mais de 2/3 deles não acreditam mais na Eucaristia e se grande parte dos restantes se irá – por puro medo do escárnio – acovardar, virá ou não um tempo de desolação? De muito, mas muito frio?
 
Naturalmente que, devido ao crescendo do mal e da iniqüidade geral dos povos, como Jesus predisse, o amor de muitos esfriará. E cada vez mais pessoas tenderão a aproveitar a vida, viver suas paixões mais infrenes, porque acharão que o mundo não tem mais salvação. Este estado terrível de consciência acabará por preparar grande parte da humanidade para aliar-se ao anticristo, naquela que será a mais sangrenta de todas as perseguições contra nossa Igreja, e mesmo contra todos os credos. Nem mesmo os seguidores de Alá, tão fanatizados, escaparão dos dentes da fera, porque ela exigirá, do mundo inteiro, a adoração para si própria. Até dos ateus! E atoas!
 
Nós, porém, que percebemos os sinais e tendemos a nos preparar, principalmente nos agarrando em Deus, em Jesus e Maria, nada temos a temer, nem mesmo a grande perseguição final, porque o Pai nos promete proteção total. Para nós e nossos filhos! Porque o grande flagelo que atingirá o homem – provocado exclusivamente pelo homem – levará ao terror todos aqueles que hoje se cegam aos sinais e avisos e assim vão completamente alheados rumo aos braços da fera. Ela os trucidará, porque sem dúvida o ódio que o demônio tem dos filhos de Deus é maior do que o desejo insano, a sede absurda que ele tem de ser adorado por eles. Não fora assim, ele não planejaria eliminar 9/10 partes da humanidade, como é seu desejo.
 
No fundo, porém, devemos todos estar preparados para o que der e vier e inteiramente confiados na divina Providência. Porque a proteção prometida por Deus se refere apenas à salvação eterna de nossas almas, e as de nossos filhos. Pois acontecerá no final um assombroso mistério, que este eu deixo para o novo livro que vem. A única dica que fica agora é esta: é bom morrer agora, antes do Juízo Final! Melhor mesmo é morrer pela Igreja, dando a vida por ela! Para estes o prêmio é infinito, e eterno! E este prêmio é ainda aqui, nesta terra.
 
Enfim, outros sinais nos apontam para este fim que tanto esperamos. Já voltam alguns irmãos separados, anglicanos e luteranos, também ortodoxos e judeus se encaminham para um diálogo de união, sem a exigência de que a Igreja Católica se dobre. Também o Santo Padre define cada vez mais claramente a linha verdadeira da Igreja, o que faz separar o joio do trigo, e joio aqui é quem desobedece ao Papa. Isso sem dúvida levará a um cisma nunca antes visto, com 2/3 dos católicos seguindo a falsa orientação dos maus. Isso se dará por algum tempo, até que a ação do Espírito Santo lhes abra os olhos. Sim, no aviso, que vem por intercessão de Maria Santíssima.
 
Prepare-se então espiritualmente para o que der e vier. Prepare-se também para perder tudo, absolutamente tudo o que se refira aos bens e títulos, porque o apego a qualquer um deles trará grande sofrimento às pessoas. Prepare também o seu espírito para uma partilha integral, de tudo o que você possui, porque a ganância e a avareza trarão dores inauditas a quem for assim. Porque as pessoas apegadas a este mundo, tenderão a não ter fortaleza para suportar o assédio do anticristo e de seu projeto, e não se descarta que aceitam sua marca de servidão, para sua ruína eterna. Tudo, então na calma, em espírito de oração confiante.
 
Temos insistido na oração em família, especialmente no Terço, melhor ainda o Rosário em família, como forma única de manter a família unida na tempestade. Será muito grande o sofrimento daquelas famílias – também pessoas em grupos – que não tiram algum tempo para a oração, pedindo, unidos, a graça. Ninguém, nenhuma pessoa e nenhuma família católica podem achar desculpa de não tirar 15 minutos diários para um terço, esta a segunda maior arma contra o inferno, depois da Eucaristia! Sim, se recebida em estado de graça.
 
Neste tempo que nos resta, devemos também envidar todos os esforços para levar para muitas pessoas a graça da conversão, porque uma só alma salva pela nossa intercessão, nos dá em troca a dupla garantia da própria. E não adiar nenhum plano nem projeto, deitando-se e esperando que a graça despenque do Céu. Nada vem de graça, isso é como enterrar os talentos. O que será cobrado duramente, como servo mau! No final já temos a certeza da vitória, porém até lá muitos transtornos virão. No mais, observe a rapidez com que o tempo passa, e agradeça a Deus que dispôs assim. Não fosse isso, ninguém ficaria vivo, nem os maus!
 
Enfim, atiremos contra os inimigos o máximo de Ave Maria que pudermos. Uma vez que caem estas 8 barreiras, ruirão os bastiões do inferno que as sustentam. O inimigo perderá toda força, na medida em que o sublime canto da Ave Maria ecoar pelo infinito. Lembrem que a grande batalha é dos espíritos, e esta não faz uso de armas físicas. Podem ter certeza de que nada enternece mais o coração do grande Pai, do que o um coro de vozes, uníssono e forte, cantando esta que é sua oração predileta. A Ave Maria move o coração do Pai, vencerá quem a tiver nos lábios e no coração!
 
Por hora ainda você verá a perseguição dos bispos sobre os bons padres – veja o que se deu neste fim de semana em relação a Rádio Maria de Brasília – e perceba como todos os maus terão cada vez mais espaços e vitalidade. Mas isso tudo passará como um mau capítulo na vida da Igreja, porque ao final a Igreja reviverá e Pedro será o vencedor. Vencerá quem estiver ligadinho ao Papa Bento XVI. E cairão todos os que o atacam. Até lá, e por culpa destes, muito sangue tingirá a terra. Mas sem medo!
 
Que Deus vos abençoe e todos, e nos dê a fortaleza necessária para viver este tempo.
 
Aarão.