O DIFÍCIL DESERTO DA TENTAÇÃO - Como vencê-la

Mark Mallett

- Eu quero partilhar convosco uma parte de uma carta que eu recebi:


"Eu venho me sentindo destruído com uma fraqueza recente... As coisas vinham vindo bem e eu estava entusiasmado, com alegria em meu coração, para a Quaresma. E então, assim que a Quaresma começou, eu me senti indigno para ter qualquer relacionamento com Cristo, sentindo-me pecador, um hipócrita, sentindo este vazio..."

Por que estás supreso de que estejas sendo atacado com tentação desta forma? São Paulo disse que se vós desejais seguir Cristo religiosamente, sereis perseguidos (2 Tim 3:12). E quem nos persegue mais do que o próprio demônio? E como ele nos persegue? Com tentação, e então, com acusação.

Ele vê vossa alegria e a odeia. Ele vê vosso crescimento em Cristo, e o teme. Ele sabe que sois um filho de Deus, e ele despreza isso. E o demônio deseja neutralizar-vos, deter-vos. E como ele faz isso? Por meio do desencorajamento e da culpa.

Meu querido amigo, tu não deves temer Jesus se tu pecas. Ele não morreu por ti? Ele tem sempre feito tudo por ti e está sempre pronto a fazer mais. Isto é amor - um amor vivo, indestrutível, que nunca cessa para ti. Somente se desistires, se desanimares, então tereis o que temer. Judas desesperou-se. Pedro não. Judas se separarou de Nosso Senhor; Pedro está reinando com Cristo no céu. Ambos traíram. Ambos falharam. Mas Pedro se entregou completamente ? misericórdia de Deus. Ele não desistiu.


CONFIAI EM SUA MISERICÓRDIA!

Vosso pecado não é um bloqueio para Deus. É um obstáculo para vós, não para Deus. Ele pode removê-lo em um instante, se vós sinceramente chamardes pelo Seu Nome:

Jesus Cristo, Filho do Deus Vivo, tende misericórdia de mim!

Vós não sabeis como derrotar Satanás nesta batalha? Se pensais que podeis passar a perna nele, já estais perdidos. Se pensais que podeis ser mais espertos, então já estais enganados. Se pensais que podeis suplantá-lo com vossa vontade, então já fostes esmagados. O único modo de derrotá-lo é lutar com a arma que ele não tem: a humildade. Quando pecais, deveis buscar a Deus, expondo vosso coração a Jesus, dizendo: \"Vede , Senhor, eu sou um pecador. Vede, uma vez mais eu caí em pecado. Eu sou de fato a fraqueza encarnada.Eu sou o menor em Vosso reino\".

E Jesus irá dizer a vós:

\"Por um pecador como tu, Eu morri. Tu tens caído nos abismos e Eu desci ? morte para te encontrar. De fato, és fraco, e Eu encarnei a tua fraqueza humana... Eu conheci as falhas e o cansaço, a tristeza e todas as formas de aflição. Tu és o menor no Meu Reino porque te humilhaste, mas o último no Meu Reino é o maior. Acorda, Meu filho, e deixa-Me amar-te. Fica em pé, Meu filho, pois o Pai tem uma nova veste para vestires, um anel para o teu dedo, e sandálias para teus pés cansados! Vinde, Meu amado! Pois tu és o fruto da Minha Cruz!\"

O DIFÍCIL DESERTO


A Quaresma é o tempo de entrar no deserto - o deserto da tentação. Não fiqueis surpresos por serdes atingidos pelos quentes ventos da sensualidade, pela sede dos vossos apetites, e as areias que machucam, na vossa pobreza espiritual. O ouro não é purificado pela água fria, mas pelo fogo. E vós, amigos, sois ouro precioso aos olhos do Pai.

Mas, não estais sozinhos. No deserto, ireis encontrar o próprio Jesus. Lá ele foi tentado. E agora vós, que sois o Seu Corpo, sereis tentados também. Mas não sois um corpo sem cabeça. Vós tendes Cristo, que foi tentado de todo modo, e que vos ajuda, sobretudo quando caís. Nós pensamos que porque Ele era sem pecado, Ele não se afligiria quando caíssemos nos pecados da luxúria, da ira e da ganância. Mas é precisamente porque Ele provou nossa fraqueza humana que Ele teve compaixão de nós, quando Ele nos vê sufocando nas areias do pecado. Ele pode, porque Ele é Deus.

A TENTAÇÃO


Esta tentação está vindo para vós agora, não como castigo, mas como meio de vos purificar. É um dom para vos tornar mais santos. Para fazer-vos mais parecidos com Ele. Para vos fazer mais felizes! Pois, quanto mais sois purificados no sofrimento, mais Cristo vive em vós - mais a Vida, a Alegria e a Paz vivem em vós. Eu devo desaparecer... Ele deve aparecer, para que já não seja Eu quem viva, mas Cristo é que vive em mim.

Deixai-me dar-vos palavras mais sábias que as minhas. Agarrai-vos a estas. Mantende-as diante de vós nos tempos de desencorajamento, sobretudo com as palavras de Jesus, acima.

\"O pecador pensa que o pecado o impede de buscar a Deus. O pecador sente dentro de si uma total privação de tudo o que é santo, puro, por causa do pecado; aos seus próprios olhos, sente que está nas trevas, sem esperança de salvação, longe da luz da vida, e da comunhão dos santos - este pecador é o amigo que Jesus convida a cear, a quem foi pedido para ser um participante das Suas bodas e um herdeiro de Deus... Qualquer um que seja pobre, faminto, pecador, decaído ou ignorante, é o convidado de Cristo.

Cada pessoa, não importa como se enredou no vício, se deixou seduzir pelos prazeres, cativo no exílio, distraído pelos negócios, aflitos com as tristezas... e contados entre os que vão para o inferno - cada alma, eu digo, sob a condenação e sem esperança, tem o poder de retornar e não apenas ao sopro do ar fresco da esperança, do perdão e misericórdia, mas também aspirar ? s núpcias do Verbo\" - S. Bernando de Clarivaux.


Obs: Muitos preferem chamar de ataques do maligno e não tentações, verdade é que ambas são forças negativas contra as quais devemos lutar, e para vencer. O grande mérito da tentação é que de vecê-la provêm nossas maiores graças. Mas não existe vencer sozinho: somente com a humildade que nos verga diante de Deus podemos passar a perna no maldito, fazendo-o rugir de ódio.