O ENCOLHIMENTO DOS DIAS E O GRANDE VAZIO

- MARK MALLETT -
DIAS MAIS CURTOS:

Nestes dias, parece muito mais que um clichê (lugar-comum): as pessoas dizem que o tempo "está voando". Hoje já é sexta-feira, a primavera está quase terminando - já - e eu estou escrevendo nas últimas horas da manhã. O tempo parece literalmente voar. É possível que o tempo esteja tão veloz? Ou então, que o tempo esteja comprimido (encolhido)?

Conforme refleti sobre esta questão há algum tempo, o Senhor pareceu responder com uma analogia tecnológica: o "Mp3". Há uma tecnologia chamada "compressão", na qual o tamanho de uma música (o total do espaço ou a memória do computador que ela contém) pode ser "encolhido" incrivelmente, sem afetar a qualidade do som. Assim, também, parece que os dias estão sendo "encolhidos", embora um segundo pareça ser ainda um segundo.

"Nós estamos seguindo para o fim dos tempos. Agora, quanto mais nos aproximamos do final dos tempos, mais rapidamente nós agimos - isto é que é extraordinário. Há uma significativa aceleração no tempo; há uma aceleração no tempo como há uma aceleração na velocidade. E nós vamos cada vez mais rápidos. Nós devemos estar muito atentos a isto, para compreender o que está acontecendo no mundo de hoje". - Fr. Marie-Dominique Philippe, O.P. - A Igreja Católica e o Fim de uma Era, Ralph Martin, p. 15-16

SINAL DOS TEMPOS

O encolhimento pode, no entanto, começar a deteriorar a qualidade do som de uma canção. Quanto mais redução há, o som piora. Assim também, conforme os dias parecem estar cada vez mais curtos, mais há uma deterioração na moral, na ordem civil e na natureza. Um sacerdote recentemente disse que Deus está encurtando os dias como um ato de misericórdia. "Se o Senhor não abreviasse aqueles dias, ninguém se salvaria; mas por causa dos eleitos, Ele abreviou os dias" (Marcos 13:20)

O GRANDE VAZIO

Um vazio foi criado nas almas desta jovem geração - seja na China ou na América - pela propaganda que se concentra na auto-satisfação, mais do que em Deus. Nossos corações são feitos por Ele, e quando nós não temos Deus - ou nos recusamos a deixá-Lo entrar - alguma outra coisa toma Seu lugar. Por isso, a Igreja nunca deve parar de evangelizar, de proclamar a Boa Nova que o Senhor deseja que se fixe em nossos corações, com todo o Seu Coração!

"Todo aquele que Me ama guarda a Minha palavra, e Meu Pai irá amá-lo, e Nós viremos a ele e faremos morada nele" (Jo 14:23) Mas, este Evangelho, se é para ter credibilidade, deve ser pregado com nossas vidas.

A CRISE DE LIDERANÇA

Uma crise de liderança se desenvolveu nos últimos 40 anos, começando com a revolução sexual. Em diversos aspectos da sociedade, os verdadeiros heróis e modelos a serem seguidos têm diminuído de número, de fato, se tornaram raros, criando uma moral vaga, culminando neste Grande Vazio. A política está manchada com a desilusão. Os pop stars, as celebridades, são pornográficas ou ligadas às drogas. Os pacificadores não são pacíficos. Os tele-evangélicos têm faltado com a verdade. Quando alguém olha através do horizonte da humanidade, é difícil encontrar heróis genuínos - líderes que sejam exemplos de coragem moral e de integridade.

Este vazio na liderança, então, prepara o caminho para alguém chegar em cena e para elevar o nível desta geração.

O DOCE RUMOR

O motor deste Grande Vazio é o materialismo. Na perseguição do "sucesso" temporal, os líderes perderam o rumo, e a juventude tem se privado da substância espiritual para abastecer suas almas. Este materialismo é um "ruído" - um incessante e ensurdecedor barulho que bloqueia a voz de Deus, que continuamente Se oferece a nós. Enquanto este barulho continua, como um doce diet, um menu de doces ilusões está alimentando nossa juventude por meio da mídia e da indústria do entretenimento. E a juventude, como cada alma, está gemendo pela Verdade. Mas nesta crise de liderança, na qual Cristo está sendo eclipsado, eles estão sendo alimentados somente com as guloseimas das mentiras e dos doces do pecado.

Este vazio da nutrição espiritual, então, prepara o caminho para alguém entrar em cena, oferecendo aquilo que parece ser um bom alimento?

OS GRANDES EXÉRCITOS

Enquanto nós continuamos a "esperar e rezar", examinando cuidadosamente os sinais dos tempos, eu creio que estamos vendo se formar as condições para que um poderoso líder carismático entre em cena. A juventude no nosso mundo irá eventualmente se enjoar do açúcar do materialismo, e irá pedir a nutrição dos vegetais e frutos da espiritualidade. E eles irão pedir por um líder para conduzi-los, para trazer-lhes este alimento de integridade, paz, harmonia e respeito.

"O Anticristo irá enganar muitas pessoas, porque ele será visto como alguém humanitário, com uma personalidade fascinante, que abraça o vegetarianismo, o pacifismo, os direitos humanos e o meio ambiente" - Cardeal Biffi, 10 de março de 2000.

Tal líder será irresistível e aqueles que se opuserem a ele, serão considerados irracionais. Desavisadas ou não, as almas que o seguirem irão se tornar o exército de Satanás, uma geração preparada para executar a perseguição aos que se opuseram a este "nova ordem mundial", que será apresentada a eles nos termos mais idealísticos. Nós já vimos em diversas eleições que a atual geração (abaixo de 30) têm visão e valores morais diferentes dos valores dos seus pais.

"O pai se dividirá contra seu filho e o filho contra o pai, a mãe contra a filha e a filha contra a mãe, a sogra contra a nora e a nora contra a sogra" (Luc 12:53)

Eu acredito que por isso o papa João Paulo II viajou o globo para encontrar com os jovens nos Encontros Mundiais da Juventude. O Santo Padre estava construindo o exército de Deus, e seu sucessor continua a construir esta base - os jovens, homens e mulheres, que estão se contrapondo ao espírito do mundo como testemunhas de Cristo, e se necessário, suas "testemunhas-mártires".

TOMAI CORAGEM, PEQUENAS OVELHAS!

Esta manhã, nós devemos todos tomar grande coragem, Deus está conosco! Ele nunca irá nos abandonar! Ele prometeu permanecer conosco até o fim dos tempos. E esta graça sobrenatural, eu creio, será sentida mais e mais pelos que permanecerem pequenos e confiantes em Sua infinita bondade. Jesus e nossa Mãe cuida de nós com proteção paternal. Não tenhais dúvida quanto a isso.

Pois Cristo deseja que exerçamos nossa autoridade n´Ele agora, mais que nunca. Este não é o tempo para comodidades, mas o tempo para milagres!
"Este não é o tempo de se envergonhar do Evangelho! É hora de pregar pelos telhados. Não tenhais medo de sair do conforto e da rotina diária para abraçar o desafio de tornar Cristo conhecido. O Evangelho não deve ficar oculto por causa do medo ou da indiferença" - papa João Paulo II, Denver, 1993.