O MAL QUE AS NOVELAS FAZEM - A TV é a imagem da besta

Tudo é apresentado de maneira inteligente e com requintada técnica.

O psicólogo Franz Victor,  já falecido, disse  que as novelas fazem uma pregação sistemática de antivalores. 

Enquanto a evangelização procura incutir nas pessoas uma vida de acordo com os valores do Evangelho, a maioria das novelas estraga as pessoas, incutindo-lhes antivalores cristãos.

As novelas, em sua maioria, exploram as paixões humanas, muito bem espelhadas nos chamados pecados capitais: soberba, ganância, luxúria, gula, ira, inveja e preguiça; e faz delas objeto dos seus enredos, estimulando o erro e o pecado, mas de maneira requintada.

Na maioria delas vemos a exacerbação do sexo; explora-se descaradamente este ponto, desvirtuando o seu sentido e o seu uso. Em muitas cenas, podem ser vistos casais não casados vivendo a vida sexual, muitas vezes, de maneira explícita, acintosa e provocante. E isso no horário em que as crianças e os jovens estão na sala. Aquilo que um casal casado tem direito de viver na sua intimidade, é colocado a público de maneira despudorada, ferindo os bons costumes e os mandamentos de Deus.

 

Nossa Senhora disse em Medjugorie: 

Desliguem  a televisão, porque depois de olhar televisão, vocês não são mais capazes de rezar.

A TELEVISÃO É A IMAGEM DA BESTA