O SEGREDO DA SALETTE

Há uma avalanche de pecados e mentiras que hoje inundam a terra. 

AS INTERDIÇÕES E PERSEGUIÇÕES AOS CATÓLICOS 

Em Lurdes Nossa Senhora  fala que  o final do século haverá 10 anos decisivos para a história  da salvação, período importante para consagrar-se ao Imaculado Coração de Maria, pois são os anos finais do advento.

Em 1998 ela revelou ao Padre Gobbi, que seria o ano da formação da trindade do mal, que conquistaria seu maior poder na terra. São estes anos que conduzem ao triunfo do seu Coração Imaculado e confirmam o Segredo da Salette como tempo de preparação do segundo advento; ligado as demais profecias das Sagradas Escrituras,  formam um tempo extensivo para a Grande Tribulação iniciada 10 anos antes do final deste  século que passou.

A relação quase direta deste segredo com os acontecimentos do final deste século é tão clara que chega a ser conhecida como as Profecias de La Salette. Este o nome do livro do Abade Paul Gouin que dedicou 50 anos na busca de informações e de documentos de Melania, a vidente.

As conclusões dele mostram Melania confrontando a Igreja Peregrina e dividida no seu primeiro cisma iniciado contra ela, com proibição da sua presença  na França, onde não poderia sequer comungar. Melania parte então para a peregrinação por vários países disputando com bispos, padres e cardeais a Ordem dos Apóstolos dos Últimos Tempos, da qual que ela tinha as regras de constituição.

As cartas encontradas pelo Abade Paul Gouin mostram o processo de luta desta camponesa determinada a lutar por La Salette até o fim da vida.  Ao Pe Gobbi Nossa senhora usa os mesmos termos e pede os Apóstolos dos Últimos Tempos para que saiam e venham iluminar a terra. Por quê?

A teologia sem a Parusia – o retorno glorioso de Jesus – fica estática e apenas consegue amenizar os ânimos dos paroquianos, perdendo o que existe de mais rico em todo este processo que é o estudo do Apocalipse, já iniciado na Revolução Francesa e na teologia com La Salette.

O cisma hoje se prepara contra o Papa Bento XVI e a Igreja Oficial, e os Padres Teólogos da Libertação, os racionalistas, comunistas e modernistas em peso buscam dividir a Igreja, tirando debaixo das ordens do Papa Bento XVI, coisa que já estava presente na época. 

Agora é estamos chegando ao Cume, com estes loucos que desejam acabar com o culto mariano, que os padres venham a casar, as mulheres no culto e tudo aquilo que Melania apresentou contra a Igreja da França, que contrariava o desejo separatista do clero de Roma. Chegaram ao ponto de querer suspender suas contribuições para Roma. Melania carregou este calvário até o fim da vida.

O primeiro efeito de La Salette, foi a tentativa de Napoleão de derrubar o Papa Pio IX, eis que o sonho de destruir o papado é muito antigo.

Acharam-se outras formas com idéia e conteúdo teológico para separar a Igreja, como hoje o ecumenismo proposto por João Paulo II. Ele tentava acolher os separados e não de separar os unidos dentro da Igreja, como acontece com o falso ecumenismo. Hoje isso aparece com nova versão, a de retalhar a Igreja internamente em seu nome, fazê-la ceder e rastejar e tornar-se cada dia mais protestante.  

Os teólogos desconhecem o poder oculto das doutrinas antigas, adaptam e aprimoram sua caolha visão exterior, vinda do mundo de hoje e a querem trazer para dentro da Igreja, quando deveria ser ao contrário, a Igreja deveria converter o mundo que está fora do Evangelho de Cristo.

A Igreja Católica tem um único argumento para acabar com todos os hereges, eles estão contidos na Parusia, e sem estudá-la a doutrina cai na doutrina ineficaz.  O motivo de não levar em conta a Parusia, o fim dos tempos, é não querer tratar do assunto principal e não criar polêmicas novas, como a do Bispo de Recife. Quem defende a verdade, tem logo todas as espadas do mundo apontadas contra si.

O mundo cristão de hoje busca colocar e sem ter efeito, um paliativo, uma paz que não existe; estamos em guerra espiritual e precisamos de orações, de lutadores.

Os Apóstolos dos Últimos Tempos são aqueles conscientes das forças inimigas, eles salvarão a Igreja na Crise da Atualidade, por força do Espírito Santo. São eles que acompanham os acontecimentos e sabem da modernidade, e não se deixam enganar, ficam às vezes calados porque não vale a pena falar para surdos.

Dom Jose Cardoso abriu a boca para os surdos, e logo apareceram os tolos em massa para contrariar. Um caso simples de assassinato! Já no primeiro ano de direito, sabe-se diferenciar entre assassinato e estupro. Isso acontece na mesma semana em que o tolo Barack Obama – o coveiro dos Estados Unidos – acaba de aprovar o uso das células embrionárias para pesquisas. Mais mortes, mais crimes, mais sangue! Mais poder aos demônios de agirem contra os homens.

Os assassinatos coletivos trazem a tragédia coletiva, tudo isso é anunciado as claras, como no caso do outro bispo nomeando por Bento XXI, que declarou abertamente: as tragédias são ligadas ao crime e chamam o castigo. Fácil perceber, para quem quer!

Melania, em sua tenacidade é um modelo a ser seguido, com sua postura correta e sem abandonar a Igreja que pode errar por alguns dos seus. Ela, porém se manteve fiel à doutrina, à letra da mensagem de La Sallete e permaneceu unida aos bons Padres até o fim da vida, sem abrir mão dos princípios verdadeiros. Ela lutou como lutam os fieis católicos de hoje que querem a verdade e os ritos corretos.

O seu segredo aplicado desde 1846 trouxe uma seqüência profética que bate no tempo e no espaço com a doutrina ao M. S. M. passada ao Pe Gobbi. É tão revelador, e tão duro e direto o seu  segredo que apavora a muitos, mas ao Pe Gobbi ela revela que nem precisa revelar o Segredo, ele vai se confirmando aos poucos.

Os pontos proféticos de La Salette envolvem um anticristo pessoal, algum homem que virá liderar todos os demais errantes, colocando o mundo no satanismo. A trindade do anticristo e suas ações no mundo estão na nossa televisão, já adentram nas nossas igrejas e agem no nosso cotidiano.

O segredo completa-se com as interdições dos católicos, as perseguições, as ações na política mundial, as novas divisões e castigos dos falsos cristãos que amam a si mesmos mais que ao seu Cristo. Isso conduzirá até o Grande Castigo da humanidade.

Os exércitos do mal seguidos por milhares de pessoas dominadas por uma inexplicável aversão ao bem já estão aí no mundo, odiando a religião, com uma imprensa vendida e manipulada lhes dando apoio. Gente sem qualquer formação filosófica sente-se no direito de ditar leis, formar doutrinas, afrontar ao Papa e à verdade, e isso leva a milhares de igrejas pessoais, dali ao caos, dali à ruína.

Os falsos profetas são confundidos hoje com os bons profetas da atualidade. Sim Jesus falou que surgiriam muitos se dizendo “eu sou o Cristo” e avisou que não os deveríamos seguir. Mas isso confunde os bons, e dá força a todos aqueles que preferem cegar-se aos sinais dos tempos. Os bons profetas nada trazem de novo, apenas apontam realidades bíblicas que estão em curso.

Muitos, porém, não se dão conta que os falsos profetas são os que constroem os ídolos financiados de hoje tão usados nas universidades – Marx, Engels, Freud, Darwin - eles estão em todas as bancas de jornais, e nas coleções de filósofos como os atuais pensadores.  São suas teorias da evolução das espécies, suas teorias de degradação do homem e da religião o que milhares seminaristas sorveram.

Como sair bons padres dali, se ao invés de estudar a vida os santos prestam culto a demônios? A gente maligna que dedicou a vida para destruir o bem, para desmontar a verdade e matar a idéia de Deus no coração do homem?

A involução chegou ao poder, vemos a substituição da democracia pela oclocracia termo criado por João Paulo II, na última entrevista que virou um livro chamado Memória e Identidade. O sentido claro e profético de João Paulo II, o governo dos tolos, aparece nos milhares de meios de comunicação com pessoas que divulgam a idéia perdida, com salários e fama indiscutível, porém pessoas mortas, com idéias mortas e que conduzem à morte.

A culpa é da Igreja, mais do alto clero, por tudo que fazem de errado no mundo. A culpa é da Igreja, eles que criaram um mundo novo neste século passado desde Salette, mas não para o bem e sim soltaram todos os demônios do inferno na terra e eis agora o resultado vindo em forma de tragédias: a culpa é da Igreja.

O mundo novo que eles pretendem está ruindo – já antes de ter nascido – por suas próprias mãos. Pelas mãos deles tudo desabará, porque criaram um mundo em crise em benefício do mal. É por isso que Deus suscita os Apóstolos dos Últimos Tempos, para colocarem-se a frente e salvá-los deste caos.

O que está por trás da aprovação do aborto, das células embrionárias, são sempre os mesmos argumentos da Revolução Francesa, contidos na liberdade sem limites imposta como regra numero 1. Quando Moisás mandava matar os  que invocavam os mortos, ele buscava dar solução na época para a questão da heresia, porque seus ídolos eram espíritos ruins que invocados pediam a morte de crianças em sacrifício. O mesmo já aconteceu com outros povos pagãos como os astecas e maias, quando milhares de pessoas foram de foram brutalmente assassinadas.

A extinção daquele tipo de paganismo foi conseqüência de uma sociedade civilizada, que veio ao mundo unicamente por causa das Escrituras e do Evangelho. Sem o mediador da Lei de Deus, a sociedade de hoje – se ainda existisse – estaria ainda oferecendo crianças em holocausto a Moloc um touro oco e incandescente que as devorava.

Aliás, hoje oferecem as mesmas crianças – e milhares delas – diretamente a Lúcifer, pelo aborto, uma forma mais requintada de crime, que acontece no silêncio do útero. Mas que troa e ribomba diante do Trono do Juiz Eterno. Aí da humanidade no dia em que o braço de eterno deixar de suster o báratro infernal.

Desta forma uma inversão de valores formou a sociedade paganizada novamente que pede a morte e gosta de sangue humano. Os deuses pagãos foram levantados do túmulo por povos pagãos modernos, com suas teorias e conspirações contra a vida.

No Leste Europeu é comum se verem as escravas de fetos: elas produzem filhos para a indústria de cosméticos, e ali também a engenharia genética é a substituta da era industrial!

Os corpos indefesos são matéria prima para quase tudo, mormente para sabonetes finos e cremes de beleza. A indústria dos órgãos de transplantes, dos embriões para pesquisa e dos corpos de mendigos para a pesquisa universitária, são uma realidade.

Tenebrosa realidade!
Para conquistar o seu grande avanço a ciência maligna precisa de matéria prima e de leis favoráveis. Mas mesmo sem aprovação das leis os cientistas já produzem agora mil monstros em seus laboratórios, na esperança de criar um ser humano sem precisar de Deus. Montes de gosma que se movimentam, demônios visgosos que mais parecem monte de estrume que movimentam.

Obama deu um passo esta semana de grande valor para eles. Assim pode criar e descartar embriões, sem terem de os conservarem a alto custo em nitrogênio líquido. A célula de um embrião jamais poderá ser usada em outro ser humano, porque cada uma contém uma ordem de vida diferente, Deus não se repete. Haverá rejeição, porque ali não terá a assinatura do Criador.

Esta indústria maligna, entretanto, não entra nos povos cristãos, que são protegidos por leis cristãs vindas desta civilização que sem dúvida foi criada pela Igreja. As constituições eram sua grande arma moderna para proteger o homem do mal. Mas agora mudam as constituições ao sabor de legislativos coniventes com o demônio, e assim atraem sobre o homem os sinais da mais tremenda de todas as tempestades.

Sim, existe gente boa e dentro dos legislativos que buscam ainda a defesa da vida, mas suas vozes são caladas por uma mídia vendida, que como Judas dá por frente o beijo enquanto por trás vende sua consciência por trinta dinheiros. Até por menos.

Como trabalham os reis do anticristo na America Latina, Lula inclusive? Buscando a mudança das constituições tirando delas o cristianismo embutido pelo direito natural, com base no direito romano, sobretudo na moral bíblica judaica.

Neste ano Paulino comemorado no mundo todo pela Igreja Católica, com indulgência plenária, São Paulo é seu principal representante. Ele era cidadão romano, direitos de recorrer a Roma para ser julgado. Era nascido na Grécia e da raça judaica, são estas as três forças a serem destruídas pelo anticristo e por seus 10 reis que atuam em conjunto por meia hora, depois da Besta. Eis o cume da abominação da desolação sendo preparado para os próximos anos, que iremos assistir.

Uns comemoram São Paulo, outros o fim da Igreja e dos seus Critérios de proteger o povo eleito. Critérios contidos no Catenom, aquela barreira de proteção dada ao apostolo São Paulo, aquela barreira de proteção contida no Eufrates para proteger o Império Romano dos pagãos.
A proteção contra o paganismo caiu recentemente, como no passado é neste ponto que Nossa Senhora mostra ao Pe Gobbi marcando o ano de 1998, para a fortalecer o mal com a ultima pessoa da trindade maligna.

O gosto por sangue das revoluções, francesa, espanhola, e tantas outras revoluções como a atual que é geneticista, embrionárias, e espiritualista. Vimos o comunismo e o socialismo preparar o ambiente pagão e ateu. Nem mesmo o fascismo deixou de copiar a sede de sangue deles, começou na Rússia com 20 milhões, depois China e mais 20 milhões de exterminados, e depois na Alemanha, já no ocidente com mais 6 milhões.

São dos embriões que saem as pesquisas para formar outro reino, de animais e de mutações sonhadas por cientistas, e hoje feitas ainda de forma secreta. Com a lei autorizando tudo fica mais aberto, e vemos as cabras feitas com embrião humano na Bahia. O embrião é o produto, em breve se comera criancinhas, e todos diziam que o comunismo não comia criancinhas. Na China já é um prato apreciado por muitos, e não digam que é mentira, pois já não pode esconder a noticia por mais tempo.

Como trazer para o ocidente todo o resto paganizado já instituído por todo o nosso planeta, sem ter constituições e lideres liberais que aprovem os erros, aqui temos os ministros prontos para receber as mudanças propostas, como vimos no caso atual.

Uma sociedade pagã precisa de leis pagãs, elas entraram no ocidente por Barack Hussein Obama, pois Bush podia ser de tudo, mas ainda restava um pouco nele da tradição protestante crista, enquanto em Obama é todo ele liberal, chegou na CIA o liberalismo com nomeação de um líder mais de esquerda.

O mundo caminha para o vermelho de sangue revolucionário, e Melania sabia dos fatos futuros como ninguém, seu segredo meditado a fundo por anos veio a ser a grande resposta dada pela França berço do liberalismo. A doutrina da liberdade a qualquer preço. Sem pecado, sem limites, tudo pode, vale tudo.

Já as matrizes reprodutoras do Leste Europeu tornam mulheres escravas do sexo sem terem família, já o apócrifo Obama prepara o ambiente para as escravas ocidentais, e nosso presidente dá também sua contribuição, até parte da nossa Igreja da sua contribuição, com seus teólogos liberais.

O segredo vai agora ficando mais claro e La Salette não parece mais fantasia de uma jovem camponesa, vendo um anticristo futuro macabro e fantasioso, fruto de profecia falsa. Ela acusava os falsos profetas da época vindos da recente revolução ocorrida na França, anos antes. Era Nossa Senhora apresentando o plano completo para o futuro da humanidade para ser comandada por uma vara de ferro.

O mundo caminha para as mãos do anticristo anunciado em La Sallete e isso cumpre o que São Paulo disse em Tessalonicenses 2, quando falava do “adversário, daquele que se levanta contra tudo que é divino e sagrado, a ponto de fazer-se um Deus e mesmo a sentar-e no trono de Deus”. Ele existe hoje, de carne e osso, aguardando apenas o momento de ser apresentado ao mundo, mas já age nos bastidores! A avalanche de pecados, de mentiras, de vícios, de crimes que hoje acontecem na terra, são nada mais que a maligna preparação “espiritual” para seu surgimento.

Ai de quem contribuiu para seu advento, ai de quem o desejou. O mundo será regido pelo mais tenebroso de todos os tiranos, jamais havido, embora que por um curto tempo. Mas tempo suficiente para que o homem nunca mais resolva brincar com o demônio, e em contrapartida para que saiba que Deus existe sim, exatamente como a Igreja católica o adora. Naquele dia os homens gritarão por Deus e a muitos Ele não ouvirá. Os que foram longe demais em seu desafio! Não vos conheço!

Mas até que esta criatura horripilante denunciada pela mensagem a Melania tenha sido posta fora daqui, com todo o seu séquito asqueroso, na terra restará apenas um punhado de gente, os santos, aqueles que nunca mais deixarão de humildemente adorar ao seu Deus, em espírito e verdade.

Prepare-se, em oração e fé, e nada tema. Os inimigos tremem diante das orações, nada resiste ao canto da Ave Maria.
 

Assina: FP...

fonte: www.recados.aarao.nom.br