PAZ NA TERRA, UM MENINO NASCEU

Vindo a plenitude do tempo, Deus enviou seu Filho. 

 
PAZ NA TERRA:
 
1. Ler Luc. 2:14...
2. O mundo anela a paz...
3. Porém, ela é tão escassa em nossos dias!...
4. Existe grande temor e inquietação nos corações hoje...
5. Temor e inquietação por aquilo que acontece ou pode acontecer.
 
I. Houve um tempo neste mundo em que a paz era completa, real e perene.
 
A. Isto aconteceu no Jardim do Éden.
 
1. Havia paz com Deus...
a. O coração humano gozava perfeita serenidade.
2. Havia paz de consciência...
3. Havia serenidade física, pois as doenças, as dores e as mazelas da vida estavam ausentes.
4. Havia paz em a natureza e em toda criação animal.
 
B. No paraíso terreno todas as coisas eram abundantes e nada causava moléstias...
 
1. Não havia asquerosos pântanos nem áridos desertos...
2. O solo era fértil e produzia por toda parte uma luxuriante vegetação.
a. Graciosos arbustos e delicadas flores saudavam a vista aonde quer que esta se volvesse.
3. Nenhuma mancha de pecado ou sombra de morte perturbava a perfeita paz que reinava na formosa criação.
 
II. Porém, um dia a paz deixou de existir...
 
A. Adão e Eva pecaram...
 
1. Após a transgressão imaginaram haver entrado para uma condição mais elevada de existência.
a. Mas logo o pensamento do pecado cometido os encheu de terror.
b. O ar que até ali havia sido de uma temperatura amena e uniforme, parecia resfriar o culposo par.
2. Desapareceram o amor e a paz que haviam gozado...
a. Começaram a experimentar uma intuição do pecado, um terror pelo futuro, uma nudez de alma...
b. A veste de luz que os rodeava agora desapareceu...
c. Providenciaram então para si uma cobertura, pois enquanto estivessem nús, não podiam enfrentar o olhar de Deus e dos santos anjos.
d. Começaram então a ver o verdadeiro caráter de seu pecado.
3. Antes do pecado recebiam alegremente a aproximação do Criador...
a. Mas agora fogem aterrorizados.
b. Procuram esconder-se nos mais profundos recessos do jardim...
 
B. Após o pecado vieram as enfermidades, a fome, os sofrimentos e a morte...
 
1. Esta não era a vontade do Criador...
a. Porém, eles O desobedeceram.
b. Buscaram o mal.
2. Portanto, desde aquele tempo o homem seria afligido pelas tentações de Satanás...
a. Em vez da feliz e pacífica comunhão pessoal com Deus, a ansiedade e a labuta encheriam seus corações.
b. Estariam sujeitos ao desapontamento, pesares, dor, e finalmente à morte...
3. Este foi o resultado do pecado durante 4.000 longos anos...
 
III. Então, "vindo a plenitude do tempo, Deus enviou Seu Filho" para nos trazer a tão almejada paz.
 
A. Curiosamente, um exército celestial, trouxe a doce mensagem de paz...
 
1. Cheios de júbilo e glória cantavam: "Glória a Deus nas maiores alturas, e paz na terra entre os homens" Luc. 2:14.
 
B. Nascia o Príncipe da paz...
 
1. Seu nascimento trouxe esperança ao mundo...
2. Através dEle multidões têm achado a verdadeira paz...
3. Porém, aqueles que não O aceitam nunca encontrarão essa paz.
a. Pois, "os ímpios não têm paz" Isa. 48:22 (A.R.C.).
4. Através de Sua cruxificação o Príncipe da paz conquistou nossa paz...
a. Ler Isa. 53:5...
 
IV. A gloriosa mensagem dos anjos pode tornar-se realidade em nossa vida hoje...
 
A. Paz, duradoura e real é o dom maravilhoso de Deus para todo aquele que aceita a Jesus como Salvador.
 
1. Ao aceitá-Lo gozamos:
a. Paz com Deus através do perdão (Rom. 5:1).
b. Paz de consciência e coração (Efe. 2:13,14).
c. Paz por conhecer o Salvador eterno e a um Pai amoroso (Filip. 4:7,7).
d. Paz que provém da certeza de um glorioso futuro (Jo. 14:3).
 
Conclusão:
 
1. Cristo chorou sobre Jerusalém porque ela não queria aceitar Sua paz (Luc. 19:41-42).
2. Você conhece esta tão doce paz?...
3. Está disposto a desfrutá-la?...
4. Creia então, nAquele que nasceu, morreu e ressuscitou para poder oferecê-la a você...
5. Ele deseja ser a sua paz!...

 
 
 
TRÊS REAÇÕES AO NATAL
 
1. Ler Mat. 2:1-12...
2. As pessoas reagiram ao nascimento de Cristo de diferentes maneiras...
 
I. Herodes ficou perturbado (v.3).
 
A. Ele afligiu-se com a idéia de um rival em potencial para o seu trono...
 
1. O astuto monarca foi despertado diante da notícia trazida pelos magos.
2. Inúmeros assassínios haviam manchado seu caminho ao trono.
3. Sendo estrangeiro, era odiado pelo povo sobre quem governava.
4. Caso este novo Príncipe ganhasse o coração do povo, seu governo déspota estaria arruinado.
 
B. O temor espalhou-se...
 
1. "... toda Jerusalém" perturbou-se "com Ele" v.3.
2. É fácil entender a razão desta agitação entre o povo.
3. As pessoas que habitavam Jerusalém estavam familiarizadas com as atrocidades que Herodes era capaz de cometer.
4. Temendo um tumulto, ele bem que poderia decretar o massacre de centenas ou milhares de pessoas.
 
C. O temor experimentado por Herodes finalmente o levou a mandar "matar todos os meninos que haviam em Belém... de dois anos para baixo..." v.16.
 
1. Tal ato tão hediondo estava de acordo com o seu caráter insensível.
2. Esta crueldade foi um dos últimos atos de sua vida.
a. Pouco tempo depois ele foi obrigado a submeter-se àquela condenação que ninguém pode desviar.
b. "Teve morte terrível" (D.T.N., 56).
3. Em sua ganância, perdeu o trono e deixou de conhecer ao Salvador.
 
D. Muitas pessoas hoje também ficam perturbadas com o Natal, com o nascimento do Salvador.
 
1. Isto acontece quando vêem a Cristo como um rival em potencial para o trono de suas vidas.
2. Elas também se perturbam quando entendem o que significa realmente o senhorio de Cristo.
3. Finalmente se perturbam quando ouvem o desafio para suportarem a cruz e serem Seus discípulos.
 
II. A reação dos líderes religiosos judeus foi de indiferença (vs. 4-6).
 
A. Herodes perguntou-lhes "onde havia de nascer o Cristo" v.4.
 
1. Os líderes religiosos deram-lhe a resposta correta.
a. Citaram a profecia (v.5).
b. Apontaram Belém como sendo o local do glorioso nascimento.
2. Porém, recusaram-se a buscar "o Cristo" por si mesmos.
a. Nem mesmo iriam a Belém, a ver se estas coisas eram assim...
b. O orgulho e a inveja fecharam seus corações para "a luz verdadeira, que alumia a todo homem" (Jo.1:9).
c. Eles consideraram as novas trazidas pelos magos como fanatismo e portanto indignas de atenção.
d. Seu orgulho e obstinação cresceram até culminarem em decidido ódio contra o Salvador.
 
B. Muitas pessoas ainda hoje reagem com indiferença à mensagem do Natal.
 
1. Muitos ainda celebram o Natal sem Cristo...
2. Não procuram ao Salvador...
3. Natal hoje, com muita freqüência, é símbolo de Papai-Noel, compras, presentes, festas e tudo o mais...
 
III. Porém, a reação dos "magos" foi de adoração (v.11).
 
A. Sozinhos partiram de Jerusalém.
 
1. Não sabiam, como os pastores que foram informados pelo anjo (Luc. 2:8-12), que a Criança era humilde...
2. Chegando a Belém não encontraram nenhuma guarda real protegendo o recém-nascido Rei.
3. Nenhuma grande autoridade terrena estava presente.
4. Jesus estava deitado numa manjedoura.
a. O Rei dos reis fora colocado num cocho para animais.
5. Mas, apesar de tudo isso quando viram o Menino "prostrando-se, O adoraram" Mat. 2:11.
a. Através da humilde aparência exterior de Jesus, reconheceram a presença da Divindade.
 
B. Deram-lhe o coração como a Seu Salvador, apresentando então suas dádivas... (v.11).
 
1. Ouro...
a. Símbolo da "fé que opera por amor". P.J., 158.
2. Incenso...
a. Símbolo da "fé sincera e incontaminada". C.P.P.E., 54.
3. Mirra...
a. A mirra pode representar a preciosidade da fé que se apóia em Cristo "como o Messias prometido". C.P.P.E., 54.
 
C. Os cristãos verdadeiros sempre responderão ao Natal com louvor e ação de graça.
 
1. Eles cantarão um cântico cheio de significado.
a. Ler Sal. 40:1-3...
b. Quando o Espírito de Deus controla a mente e o coração, a alma convertida entoa um novo cântico...
c. Canta um novo cântico porque reconhece que a promessa de Deus se tem cumprido em sua experiência...
d. Reconhece que sua transgressão foi perdoada e seu pecado coberto (A.A., 476).
2. Eles orarão com o coração cheio de agradecimento.
3. Eles oferecerão seus talentos e dons generosamente.
4. Eles oferecerão um culto "vivo, santo e agradável a Deus". Rom. 12:1.
 
 
Conclusão:
 
 1. Herodes reagiu ao nascimento de Cristo com ira...
2. Os líderes religiosos consideraram "as novas de grande alegria", mera superstição...
3. Apenas os magos, aqueles que eram considerados pagãos, receberam o Rei Menino de coração...
4. Como você reage nesta ocasião?
5. Deixará que Cristo renasça em seu coração?

 
 
 
UM MENINO NOS NASCEU
 
1. Ler Isa. 9:6...
2. Quando Cristo nasceu, os anjos trouxeram novas de grande alegria aos pastores...
3. Ler Luc. 2:10, 11...
4. Ele veio ao mundo em cumprimento das profecias...
5. O Profeta Isaías já havia descrito as características de Cristo, e os anjos descreveram Sua missão: Salvar o Seu povo dos pecados deles (Mat. 1:21)...
6. Pensemos agora em Suas características, em Sua missão e no grande preço que Ele teve de pagar para que pudéssemos ser salvos...
 
I. Vejamos em primeiro lugar Suas maravilhosas características...
 
A. "Maravilhoso".
 
1. Jesus era maravilhosamente manso...
a. João O descreve como o Cordeiro de Deus... (Jo. 1:36).
b. O cordeiro é o símbolo da mansidão...
2. Jesus era maravilhosamente sincero...
a. Mar. 12:14...
b. Ele próprio era a verdade (Jo. 14:6).
3. Jesus era maravilhosamente nobre...
a. Serviu com largueza máxima de espírito, dando-Se a Si mesmo...
b. Ele foi o maior exemplo vivo de despreendimento e abnegação que o mundo já conheceu...
 
B. "Conselheiro".
 
1. Ao jovem rico Ele disse:
a. "Vende tudo o que tens... e terás um tesouro no Céu; vem, e segue-Me."
2. À mulher pecadora Ele disse:
a. "Vá e não peques mais."
3. Aos escribas e fariseus Ele aconselhou:
a. "Dê a Cezar o que é de Cezar, e a Deus o que é de Deus."
4. De quem, a não ser de Jesus, ouviríamos tão maravilhosos conselhos?...
5. Temos nós hoje, buscado Seus conselhos?...
6. Temos nós, seguido os Seus preciosos conselhos, ou agimos por conta própria?...
 
C. "Deus forte".
 
1. Sua grandiosa fortaleza foi demonstrada quando Ele venceu o pecado; quando Ele venceu a morte e quando Ele venceu a Satanás...
2. Temos nós buscado forças nEle?...
3. É Ele a nossa força?
a. Ou temos lutado contra o diabo sozinhos?...
b. "Sem Mim nada podeis fazer", disse Ele...
 
D. "Pai da eternidade".
 
1. Jesus demonstra a paternidade de Deus em todos os Seus atos...
a. Ele é compassivo, misericordioso e perdoador...
b. Sim, é através do Seu grande amor que nos tornamos filhos e filhas de Deus...
E. "Príncipe da paz".
1. O principado está sobre Ele...
2. A paz é Sua característica mais notável...
a. Ler Efé. 2:14...
3. Aos Seus seguidores Ele disse:
a. "Deixo-vos a paz, a Minha paz vos dou."
b. "A paz seja convosco."
 
II. A Sua missão era servir...
 
A. Ele veio para servir...
1. Ler Mat. 20:28...
 
B. Ele veio para dar Sua vida...
1. Ler Jo. 10:10..
 
C. Ele veio para que tenhamos vida...
1. Ler Jo. 12:46...
 
III. Finalmente, meditemos no elevado preço que Ele teve que pagar para cumprir o Seu dever...
 
A. Ele foi ferido e moído por nossas transgressões...
1. Ler Isa. 53:6...
 
B. Ele veio dar Sua vida em resgate de muitos...
1. Ler Mat. 20:28...
 
C. O drama do Calvário é a prova irrefutável de Seu sacrifício cruento em nosso favor...
1. Ler I Cor. 15:3...
 
Conclusão:
 
 1. Será que avaliamos devidamente o que Cristo é para nós e o que Ele fez por nós?...
2. Oh!, quão bom seria se fôssemos mansos como Ele...
3. Se aceitássemos os Seus maravilhosos conselhos...
4. Se buscássemos nEle, que é o Deus forte, forças para vencer o inimigo.
5. Se aceitássemos a maravilhosa paternidade de Deus oferecida através dEle...
6. Se Ele fosse a nossa paz...
7. Se fôssemos servos como Ele o foi...
8. E acima de tudo se o Seu grande sacrifício nos fizesse odiar o pecado como Ele odiava e odeia...
9. Irmãos, Ele, Cristo, "é tudo em todos" portanto todos, esses anseios podem tornar-se realidade através dEle...
 
Mauro Bueno